Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Cobertura: Abril Pro Rock 2012 - Segundo Dia

TextoxDudux Fotos: Rafael Passos
Abril pra mim é um mês especial, é o mês que acontece em Recife, religiosamente, o maior festival rock do Nordeste o Abril Pro Rock. Esse ano seria ainda mais especial pelo fato do festival está completando 20 anos e o line up ter sido uma gostosura. Estilos diversificados em 03 dias de festival, coisa linda de se ver.
Parti pra Recife na sexta feira, dividindo espaço no avião com vários fãs de Paul Mccartney, nada contra até porque meu amigo do escritório estava indo para esse show, porém óbvio que não trocaria um segundo de show do APR por 3 horas desse véio descarado. Na sexta rolou no APR Los Hermanos, A Banda Mais Chata da Cidade e outra porra lá, claro que passei longe do Chevrolet Hall nesse dia. Meu amigo "Mago" me levou pra um lugar bem aconchegante, o Iraq, e tive uma noite deliciosa e divertida.
Sábado a empolgação era extrema, queria logo que chegasse a hora de ir para o Chevrolet Hall e ver meus amigos, sim o APR pra mim é a melho…

Cobertura: Lollapalooza - Primeiro Dia

Texto:Felipe FrancaFotos: DivulgaçãoFestival é uma merda. Roubada, escrota, das piores. Tortura. Eu escolhi nesta primeira edição brasileira do lendário Lollapalooza (pelo menos nos EUA ele é) sofrer a pior das torturas para ver de perto as únicas duas bandas do line-up (fuleiro) do primeiro e único dia que fui (já que não sou milionário de pagar tanta exorbitância pra ver tanta merda dois dias seguidos) de perto. Não é amor ao rock. Não é fanboyzice. É idiotice mesmo. Misturada com um pouco de masoquismo. Marcado às 11h para a abertura dos portões. Lá chego eu, 10h da matina. Pelo ônibus que me deixou já começo a querer voltar para casa. Uma das entradas já estava completamente entupida e formada por uma fila de infelizes que dormiram por lá ou chegaram ainda mais cedo. Bom saber que há gente ainda mais idiota que eu. Lá fui eu para a segunda entrada, que também já estava tomada por uma fila dobrando o quarteirão. Mais uma hora de espera. Pelo headphone ouvia qualquer coisa que me is…

Cobertura: Coletivo das Ruas apresenta

Texto: Andrei JunquilhoFotos:xDudux, Fernando Gomes, Diogo GomesLá estávamos nós ansiosos por mais um evento aberto. O concerto estava marcado para às 21:00 h, como de costume, houveram probleminhas técnicos, além de uma mudança drástica do tempo. Um dilúvio invadia o Rio Vermelho, as garotas e os emos de chapinha corriam para não encaracolarem os cabelos, enquanto nós corríamos para proteger o som. A bendita chuva não passava, foi quando resolvemos ir até o supermercado para comprar um toldo para que pudéssemos dar inicio ao evento já que o som, as bandas e o público já estavam presentes.
Corremos até o extra, fizemos a vaquinha que ainda não saiu, Rodrigo disse que não daria R$ 5,00 reais, a fila não andava, Diogo nos liga para pegarmos os pratos, que mais uma vez ele esqueceu em algum lugar, dessa vez no estúdio Two Tone, o caixa do supermercado dá mole pra Dudu e Múmia (Nota do editor: Pura mentira, que o cara estava flertando com Andrei), a fila começa andar, pagamos e fomos para …