Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

FESTIVAL VIRGEM

Assim que terminou o show do Retrofoguetes no Parque da Cidade saí voando com Rodrigo e July para minha casa, lá batemos um feijão super nutritivo para ficarmos bem fortinhos e dispostos para fechar nosso final de semana com chave de ouro. July não quis ir para Camaçari, então fomos eu e Rodrigo mesmo. Tínhamos marcado com Fernando (Égregora) na Rodoviária, devido a atrasos ele resolveu ir de carro, e ai a aventura começa... A cada acelerada mais forte o carro tremia, e eu pensava é hoje que me fodo nessa porra, mas foi tranqüilo fomos dando risadas de toda a situação, passamos pelo posto da Polícia Rodoviária de boa (os caras nunca trabalham), e chegamos em Camaçari, indo logo ao local do show.

A SIMETRIA INEXATA já estava tocando, a banda de cara me lembrou muito o Sonic Youth, acho que devido ao uso das distorções na guitarra bem parecidas, aliás percebi isso em outras bandas de Camaçari, acho que a galera lá ouvia/ouve muito Sonic Youth e por isso tem essa influência forte. O públi…

Musica no parque: RETROFOGUETES

Ainda boquiaberto com o show do Emicida na sexta feira, acordei novamente num domingo bem cedo para ver eles, a banda que vem alegrando as manhãs dominicais, RETROFOGUETES - http://www.myspace.com/retrofoguetes .

Segui, solitário dessa vez, para o Parque da Cidade, que fica no bairro do Itaigara aqui em Salvador, gosto demais dos shows lá, acho que tem um clima bom, sem tumultos e essas coisas que geralmente acontecem em shows gratuitos, o domingo estava bem estranho, cinzento e ameaçando cair uma chuvarada, mas nem tomei conhecimento disso, eu queria mesmo era ver o Power-trio mais infernal do Brasil.

Pontualmente às 11:00 horas, os baianos indicados a categoria "Instrumental" no MTV Video Music Brasil deram o seu bom dia, e logo de cara o sol se abriu, ao som de uma guitarra inconfundível de Morotó, acompanhado dos comparsas CH (Baixo) e Rex numa bateria reduzida, bem meiga, porém só na aparência, pois os caras estava mandando ver no rock, surfmusic da melhor qualidade. Para…

Guettostar apresenta: EMICIDA

18/09/2009, com certeza essa noite ficará marcada na história!Esperei meu bróder Diogo (AL) chegar para irmos rumo ao Pelourinho, ao chegar ele me avisou que combinou com um português de ir conosco, ahhh portuga filhadaputa...deu bolo e por isso acabamos demorando mais que o devido pra chegar na Praça Tereza Batista, mas isso nem de longe tirou a vontade de ir para Guettostar, tinha que ir conferir esse novo conceito de festa prometido pelos próprios.

Chegamos ao Centro Histórico, já dava para ver várias pessoas perambulando pelas ruas, antes uma paradinha bem rápida para passar o olho na exposição MUROS que tá rolando na Galeria Solar Ferrão onde os graffiteiros: Afro, AC, Core, Denis Sena, Dimak, Fael 1º, Neuro, Peace, Rima, Sidoka e Sisma expõe seus trabalhos, a exposição vai até o dia 11/10, pretendo ir lá ainda esse mês para olhar tudo com mais calma. Voltando a primeira festa da Guettostar, enfim cheguei a Praça Teresa Batista, local do evento, e o grupo NOVA SAGA - http://www.my…

Coletivo Nossas mãos, Toma na cara e Vibrato sonorização, apresentam

Essa não será mais uma cobertura de um show, será as considerações de dois dos organizadores do mesmo sobre este que foi um excelente evento. Sem modéstia, caprichamos na escolha das bandas, provamos que o importante não é quantidade e sim qualidade, que podemos baratear os ingressos e que é possível sim nos organizar e fazer algo dar certo. O evento foi realizado pelo Coletivo Nossas Mãos, que está de volta com a corda toda, Vibrato Sonorização e Toma na Cara.

Para expor considerações sobre o show Eu (Dudu) representando o Toma na Cara/Coletivo Nossas Mãos e Rodrigo Gagliano representando a Vibrato Sonorização/Coletivo Nossas Mãos, iremos dividir essa resenha. Boa Leitura!

Rodrigo: Marcamos o show para às 18 horas. Anunciar cedo, pra começar cedo, não causar problemas às pessoas que tem problemas com o transporte de volta pra casa. Alguns amigos questionaram o fato de estarmos na organização do evento e tocar de primeira. A questão foi que usamos o bom senso. Os Rewinders pediram pra t…

23ª EDIÇÃO DO PROJETO MUSIARTE

No último fim de semana rolou no simpático Bar da Tia Dedé, no bairro de São Caetano, aqui na capital a 23ª Edição do Projeto Musiarte, onde desta vez se apresentaram as bandas Derrube o Muro e Confusão. Para relatar como foi o evento convidei Danilo Santos, vocalista da banda de hardcore Diante dos Olhos, para fazer a resenha do show da Derrube o Muro, e dando seguimento fazendo a resenha do show da banda Confusão temos a segunda cabeça do Toma na Cara, que é a pessoa que cuida desse blog, Gabriel Gomes. Boa leitura!

Sábado à noite, enquanto normalmente muitas pessoas se destinavam para o circuito boêmio de salvador, as outras poucas preferiram algo diferente, o bairro de São Caetano ou para alguns “San Cayte Califórnia”. O local era mais precisamente o Bar de Tia Dedé onde por volta das 20h30min apresentava-se a banda de Hardcore Derrube o Muro - http://www.myspace.com/derrubeomuro .

O público estava quieto e assim continuou até o final, talvez faltassem alguns ingredientes de um show…

ENTREVISTA COM VELOTROZ

Nesta edição, mais uma entrevista com uma banda soteropolitana, dessa vez a banda não é de hardcore ou metal, fazem um som bem mais leve, porém altamente criativo, fiquem agora com a entrevista do Toma na Cara com a banda VELOTROZ.

1. Primordialmente gostaria de agradecer a banda por ter se disposto a responder as perguntas que irão se seguir. De logo peço para que apresentem a banda para os que ainda não a conhecem, quem é a Velotroz?

Tássio: A Velotroz somos nós 5. Tássio Carneiro, que toca guitarra, violão e teclado; Giovani Cidreira, vocalista e também toca violão; Caio Araújo, baixista; Jeferson Dantas, bateria e Danilo Souza, guitarra muito louca, agora Filipe Cerqueira ( primo de Giovani) faz percussão em algumas gravações e shows,

2. Como se conheceram e como foi esse processo de montar uma banda, que digamos não é tão convencional assim?

Tássio: Cada um se conheceu de um jeito diferente...Tudo foi um tanto quanto complicado..hehehehe...Jeferson e Danilo se conheciam desde a infân…