Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2009

Entrevista com DEAD FISH

Nesta edição tivemos o prazer de entrevistar Alyand e Rodrigo, ambos da banda capixaba Dead Fish, confiram abaixo a íntegra da entrevista, espero que gostem.

1- O Dead Fish esse ano comemora 17 anos de banda, no cenário hardcore isso é algo que se deve comemorar, pois o que vemos são poucas bandas da década de 90 ainda ativas. A que se deve essa longevidade e o que mudou de lá pra cá?

Rodrigo - Na real em 2009 já são 18 anos. Acredito que podemos comemorar sim, o que as pessoas esperavam de fazer rock no Brasil nos anos 90? Acho que pouca coisa. Quem fez deve ser orgulhoso de ter pelo menos tentado, era uma década bem dividida entre mainstream e independente, cada um com seus objetivos.A nossa longevidade se deu por nossa cabeça infinitamente dura e persistência em ser exatamente o que queremos, é claro, pagar o preço por isso. Meu sentimento é contraditório, as vezes penso que tenho o melhor emprego do mundo e as vezes penso que podia ser um advogado gordinho de bigode rico.Hoje em dia…

Dudu’s Party

Nesta edição temos o prazer de contar com o talento do jornalista Fernando Gomes, do blog PONTE MUSICAL - http://pontemusical.wordpress.com/ - que fez a resenha do show DUDU'S PARTY, e ainda tirou algumas excelentes fotos do evento, se deliciem com uma resenha de qualidade, feita por um jornalista promissor, que entende muito de música.

A maioria das camisas pretas com estampas de visual agressivo se dirigia ao Centro da cidade, mais precisamente à Concha Acústica. Contrariando o fluxo, alguns jovens de camisas não tão infernais se encontraram no Rock Sandwich, na tarde do dia 11 de janeiro, para um show comemorativo ao aniversário de um rockeiro conhecido como Dudu.
Dudu’s Party foi o nome do evento, que começou com a apresentação da Derrube o Muro. O sol ainda lançava seus últimos raios nas redondezas do Rio Vermelho enquanto os rapazes tocavam seu hardcore direto e agressivo. Desta vez, a banda me pareceu com uma sonoridade mais pesada e mais bem ensaiada. Encerraram com um cover…

MOVIMENTE-SE SEM CAIR

Um evento que visou unir estilos e gerações, além de ir de encontro a rídicularidade que se tornou os shows undergrounds em Salvador, onde bandas "escravizam-se", vendendo quantidades exorbitantes de ingressos, para ter uma chance de tocar num evento. O espaço onde realizou-se, eu apenas conhecia por fora, dentro faz um calor infernal, porém é bem espaçoso e próximo da estação da Lapa, ou seja, transporte não é o problema.

POR UMA CAUSA abre o evento. Banda de Lauro de Freitas, que mais parece ter sido feita em Washington DC nos anos 90, muito bem ensaiada, tocaram covers do Dag Nasty, Blag Flag, Mysfits, contudo, as músicas próprias carecem dessa veia punk, mais suja, pois, em que pese serem bem elaboradas, estão bonitinhas demais para os caras, que bebem de uma fonte muito boa, com influências de bandas excepcionais. Eles são jovens, a banda é nova, terão muito tempo para ajustar a banda e se encontrarem.

2008/2009 será definitivamente o ano da CHARLIE CHAPLIN. Desde o segun…