Pular para o conteúdo principal

Cobertura: Briga de Vira Latas - Ed. Maio‏


Texto: xDudux

Fotos: Mari Martins

Última sexta do mês já virou tradição em Salvador, é dia de Briga de Vira Latas! A batalha mais sanguinária dessa cidade, a mais primitiva e mais divertida de se ver.

Uma coisa há de falar, o REPBA anda lado a lado, sem essa de disputas bestas e divisões, a prova disso que é que a Briga de Vira Latas anda em sintonia com a outra batalha da cidade, o 3º Round, que acontece na primeira sexta do mês. Pra quem não sabe, os 4 finalista da Briga de Vira Latas já têm vaga garantida na 3º Round, achei essa parceria ótima.

O coliseu dessa verdadeira batalha de MC's não poderia ser melhor escolhido: Estação da Lapa, centro da cidade, com o odor fétido do banheiro da Estação, com a precariedade da mesma, e com diversos transeuntes que olhavam curiosos a aglomeração de pessoas em volta dos gladiadores da rima, que disparavam rimas ácidas e certeiras ao seus oponentes, tentando assim aniquilar os seus oponentes e garantir a vaga no 3º Round e porque não os prêmios da noite, ofertados ao melhor rimador.

Como era de se esperar, a batalha final ficou entre BIG e mais um. Não é desmerecendo os demais, porém quando você vê BIG, o Robsão do REP, no card de alguma batalha de rima, fica esperto que vem uma chuva de rima pra cima de você, o cara ataca como se você uma metralhadora, fuzilando o oponente sem dó e piedade e o pior, faz tudo isso com uma cara cínica e irônica, sorriso no rosto enquanto rima, mais sorriso ainda enquanto escuta o dilacerado oponente, guerreiro por não jogar a tolha, mas debilitado pelo ataque dele, BIG -o sanguinário das batalhas. A surpresa então ficou pra quem seria esse "mais um" que enfrentaria BIG, e nessa noite que teve a dura tarefa foi o MC Bolado, que com muita violência nas rimas foi passando de fases, era tiro na cara, facada na jugular e tome triunfos pra cima dos demais competidores, porém nessa sexta a superioridade de BIG se manteve e mais uma vez ele sagrou-se o campeão da noite.


Como sempre, quem ganha é o REP local, e todos voltam satisfeitos pra casa, depois de uma boa noite de batalha, onde todos os competidores foram corajosos de por a cara a tapa, mesmo às vezes não estando com um flow tão bom assim, mas o importante nesse caso, é evoluir e a cada batalha eu tenho certeza que os caras vão levando lições para casa. Parabéns Vira Latas, vocês representam o REPBA!

Além das batalhas se apresentaram, acappella, Dimano e Ravi (Nova Era), mostrando que qualquer lugar é lugar para o bom rep, seja com batidas, seja no beat box ou seja, até mesmo, acapella. Ravi fez a estação da Lapa esquentar, ainda mais, convidando os parceiros da Sacasó, Felipe Gurih e Spam, para mandar a recém lançada na internet "Bola de Neve" - https://soundcloud.com/sacasocajacity/bola-de-neve-part-ravi - que fez geral cantar junto e ir no clima. Merece destaque também a boa condução dos trabalhos pelo Mestre de Cerimônias Alvaro Réu, que dosa muito bem a hora de empolgar e acalmar o público para que todos possam ouvir bem as rimas disparadas.


Essa é a batalha Briga de Vira Latas e mês que vem tem mais..."Sangue...Sangue...Sangue...Sangue...Sangue..."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Cobertura: Coletivo das Ruas apresenta‏

Texto: Andrei Junquilho
“Rodrigo diz: - Todo show que faço o som, chego três horas antes para montar tudo. Nunca atraso! Antônio retruca: - Beleza, Véi! (Risos)”. Após esse dialogo, exatamente dia 07/07/2012, o som marcado para às 19:00 h, pela lógica da conversa tida entre Antonio e Rodrigo, era para Rodrigo está às 16:00 h no local do som. Enfim! Essa conversa só foi para encher chouriça e aumentar algumas linhas dessa resenha. Eis que vamos até a resenha. Show confirmado na quinta feira, pouca divulgação, embora tenham surgidos algumas polêmicas em torno desse show. Boatos! Simples assim! Tudo isso é bastante costumeiro na cidade que cheira a uréia e crack, mas deixemos isso para lá e foquemos no show do Coletivo das Ruas. Serei rápido e tentarei expressar todo o evento em poucas linhas.
Primeira banda a se apresentar: Renegados of Planet - http://tramavirtual.uol.com.br/renegados_of_planet -, confesso que nunca tinha ouvido falar e fiquei curioso para saber do que tratava-se, porém a p…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…