Pular para o conteúdo principal

Cobertura: Youth of Today no Brasil



Resenha por: xDudux

Fotos por: xDecox


Sabe aquela coisa de realizar sonhos? Foi mais ou menos isso que ocorreu comigo no final de semana passado, eu fui pra São Paulo para ver uma banda que nunca tinha passado pela minha cabeça ao vivo o Youth of Today. Quando eu baixei o show de reunião deles nas gringas, no primeiro semestre desse ano, nunca imaginaria que os caras tocariam aqui no Brasil e óbvio assim que começou a pipocar a notícia de um possível show no Brasil decidi, onde fosse não vacilaria e daria um jeito em ir. Para o sonho ficar mais perfeito o show foi em São Paulo, local que apesar de nunca ter ido conservo amizades sinceras, sejam os imigrantes baianos ou os locais que moram no meu coração!!!Melhor ainda ficou quando saíram as outras bandas que tocariam no show: Good Intentions, banda que sempre quis ver um show e o Positive Youth, banda que tenho um carinho especial e que mesmo longe acompanho desde o começo da banda, desde aquele show no primeiro Terror House, de lá pra cá sempre tento pegar tudo que sai da banda. Estava decidido, iria a São Paulo no show do Youth of Today!


A tarde em São Paulo tinha ficado chuvosa, a mãe de Xopô descolou um guarda chuva pra mim e fui caminhando da casa dele, onde estava hospedado, até o Inferno Club, local do show. Chegando no local fila para um show de hardcore, nem acreditava no que via hehehehe fiquei na fila ao lado de Caio (Um mineiro muito gente boa que havia conhecido no dia anterior na Soroko), quando chegou minha vez apresentei minha identidade, pois havia comprado o ingresso pela internet, e quando Franco (78Life) viu de onde eu era ficou meio que surpreso pelo fato de ter ido sozinho ao show. Entrei no club e de cara vi um quadro foda de Tony Montana (Scarface), já gostei do lugar dai!Ai fui ver o resto da casa, bem legal...grande, som legal, bem climatizada e fui bem atendido pela galera. Nesse meu reconhecimento do local vi Edi (Positive Youth) e fui conversar um pouquinho com ele, já que nos conhecíamos apenas pela internet e ai fiquei apenas esperando a primeira banda se apresentar.


Avistei os caras arrumando os instrumento e cheguei para frente o palco, era a Final Round - http://www.myspace.com/finalxround - que já estava pronta para sua apresentação. Nunca havia ouvido a banda e confesso que me impressionei, não apenas com a banda, mas com a energia que ela trouxe para o local, nunca vi a galera agitar tanto em uma banda de abertura, primeiro pra mim já era estranho ter tanta gente na primeira banda e mais foda ainda foi ver que a galera já estava no speed. Quando eles tocaram músicas como "Final Round" e "Winning" dava pra sentir que a galera já conhecia e muito bem a banda, pois podia ver geral nos "sing alongs", sem contar os "stage dives". A banda faz uma linha de hardcore old school bem pesado e agressivo, inclusive o vocal é um tanto quanto gritado, o baixo também é algo que chama a atenção na banda, adorei as linhas de baixo. A banda me agradou tanto que no final do show fui procurar o CD pra comprar, mas infelizmente eles só lançaram uma demo virtual, que óbvio assim que cheguei em casa baixei.


A segunda banda foi a queria Positive Youth - http://www.myspace.com/positivexyouth - essa já faz uma linha de hardcore menos agressiva e mais rápida que a primeira banda, o Positive Youth se assemelha muito com o Vieja Escuela, porém com um toque brasileiro que dá todo o sabor no som dos caras. Nesse show os caras tocaram desde músicas de sua primeira demo como "Reação" e "Escolha Certa" até as recém lançadas em seu My Space "Coragem" e "Nunca mais se iludir". O show já havia começado em grande estilo, como introdução os caras tocaram uma versão de "O Homem na Estrada" do Racionais MC's, qualquer show que começa com Racionais está fadado ao sucesso e assim foi o show do Positive, repleto de "sing alongs" e com momentos memoráveis, como quando executaram o cover de "Sem mais lágrimas" da banda Rethink, outra banda muito importante pra mim. Entretanto o momento que mais me marcou no show do Positive Youth foi quando tocaram a música "Amizade Prevalece", pois além de ser uma música que eu acho a letra foda, me fez lembrar de Gog, que também gosta dessa música...porra, se Gog tivesse lá ia ser foda!!!


Porra, agora era a vez do Good Intentions - http://www.myspace.com/goodxintentions - mal acreditava que tava vendo os caras ali, caralho!!!Vários clássicos: "Até o fim", "Sua queda é minha Glória" e "My Truth". Até o momento eu ainda estava de casaco, mas logo na segunda música do Good Intentions a chapa esquentou e tive que tira-lo, quando eu digo que o bagulho ficou quente é sem exagero algum, eram corpos voando, a pista totalmente dominada pelos hardcorers e eu lá no meu cantinho só de "point finger". Antes de tocar a música "Reconquistar", André (vocal) falou coisas de grande valia, sobre erros e acertos, além disso, em outros momentos do show foram ditas muitas coisas interessantes, sobre straight edge e sobre "cena" em si, acho que quem parou para ouvir o que ele disse já aproveitou bem o show. No meio do show André fez algo que sempre falei que tinha inveja que no rep rolava e no hardcore não, ele por conta própria convidou os caras da lendária Inspire (que recentemente voltou com uma nova formação) para tocar um som. Caralho, já tinha conhecido uma banda boa (Final Round), vi o Positive Youth que simplesmente adoro, estava vendo uma banda muito importante para mim, Good Intentions e agora via o INSPIRE!! Era simplesmente inacreditável!!! O Good Intentions ainda chegou a executar músicas novas, que estão disponíveis em seu My Space, que estou torcendo para que saiam em algum lançamento em 2011.

A ansiedade dominava os presentes, dava pra sentir que eu não era o único com o coração bantendo mais acelerado e desejando com todas as forças que o Youth of Today começasse seu show, mas antes do show dos caras outra surpresa, nada mais nada menos que o PROJECT X! Porcell estava num gás da porra, mas não dava pra exigir muito do cara afinal vinha de uma tour longa e ainda tinha que tocar guitarra no Youth of Today, mas o cara representou demais nos vocais da clássica "Straight Edge Revenge", pela pegada da galera dava pra sentir o que seria o show do Youth of Today.

Fim da agonia, o Youth of Today estava no palco e não ousaria chamar aquilo de show, era uma celebração!!!!Caralho todo mundo numa vibe bem positiva, dava pra sentir a felicidade e emoção no olhar e sorrisos das pessoas que ali estavam, Ray Cappo nem precisava de mic, a voz dele estava somada com a voz das centenas de pessoas que cantavam clássicos dessa banda tão importante para o Straight Edge e para o hardcore de maneira geral. A pista novamente dominada pelas danças, stage dives...vish, esses eram por segundo, o palco estava dominado também, todo mundo queria de alguma forma fazer parte daquilo ali, era um momento histórico na vida de todos ali presentes, assim como eu acho que muitos nunca haviam cogitado a hipótese de ver um show do Youth of Today e tudo aquilo estava acontecendo. Dizer que a banda tocou clássicos soa até redundante, pois a banda em si já é um clássico, mas é óbvio que em músicas como "Make a Change", "Flame stil Burns" e a dobradinha "Take a stand" e Expectations" a casa caiu de verdade, não que nas outras canções a galera tenha ficado fria, muito pelo contrário foi um show em que em todas as músicas todos estavam bem empolgados, inclusive a banda, mas as citadas são clássicos de uma banda clássica, é tipo uma parada de orgasmos múltiplos, sacou? Ainda sobrou espaço no set list para outras lindas e perfeitas canções como "One Family", "Potential Friends" e talvez uma das mais conhecidas músicas da banda "No More". Quando me dei conta os caras estavam saindo do palco, mas como assim? Já? Era o que me perguntava e assim como outros, em coro clamamos por mais uma música, e a música era "Break down the Walls", que é a melhor música dos caras, que tem a letra mais foda e a mais significativa pra mim. Eles voltaram, e não apenas para tocar "Break down the Walls" como para fechar com chave de diamante tocando o cover de "Minor Threat". Satisfação, era só isso que definia minha pessoa após o show. Valeu muito a pena sair de minha cidade e presenciar um show histórico como este, um show que ficará marcado para sempre na minha memória e acredito que na memória de muitos dos ali presentes.


Comentários

Daniel MUEDOR disse…
Caraio, Du! Foi representar em Sampa hem man? Essa sonzera ae deve ter sido braba! Num me levou porque mermo hem vey? Hehe!
Eduardo disse…
Daniel: Porra foi disifuder mermum!!! huahuahuauhauhhauha porra fui sozinho, ninguém se habilitou hhehe
ivonx disse…
Mano queria parabenizar pelas palavras aqui escritas,nao fui no show mas fico arrepiado de ler e ver os videos, seguinte eu tenho um zine impresso e gostria de saber se tu nao sedia esse teu texto pra eu colocar la,obviamente eu colocaria o end do teu blog e quem fez o texto...se puder me responde xivonox@gmail.com

grande abraço
Fernando disse…
Vc é é puta! O mosh pesado no show do Good Intentions e vc fica de dedinho p/ cima no canto é?
Eduardo disse…
Ivonx: Pow valeu aê, que bom que gostou!E é claro que pode pegar o txt, fique a vontade meu caro.


Fernando: hjahauhauauhauagga é a idade porra uhahuahuahuauha
Provos Brasil disse…
Mai uma banda das antigas que representa em sua passagem por terras braziles!

Legal o blog!

Provos Brasil
Provos Brasil disse…
Mai uma banda das antigas que representa em sua passagem por terras braziles!

Legal o blog!

Provos Brasil
xThinhox disse…
Pow cara, muito boa a resenha, da pra relembrar a emoção do show lendo.
Ah, e suas fotos ficaram fodas heim, vou pegar duas delas pra lançar ne orkut com os devidos créditos a ti se não ouver problema.
Um abraço, se cuida
Daniel MUEDOR disse…
Pullrra! Num entrou no mosh não, foi? Se fudeu, porque o mundo pode acabar daki a poko e vc não fez isso! AH SE EU TIVESSE AE CUMPADE!!! KKKKKKKK!!!
Falando nisso... Fernando disse ae de vc com dedinho pra cima... mostre ae, mostre ae, kero ver vc representando na fotassa!!!
Eh noizzzzz, do caraiooooO!!!
Eduardo disse…
ProvosBrasil: Opa valeu, que bom que gostou do blog. Confere as outras matérias aê!

xThinhox: Então, as fotos não são minhas são de xDecox, que eu nem conheço apenas peguei no flickr dele: www.flickr.com/photos/xdecox e que bom que gostou da resenha, fico feliz.

Daniel: huahuahuahuauhahua fiquei diboas, apreciando o momento...mas tiveram momentos que não me aguentei! uhauhauha ahhhhh...os dedos foi porque eu disse que tava de "Point Finger", não tem foto não...pelo menos nenhuma que eu tenha visto hehehehe Noiz mermu!

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”. 
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Pessoas Invisíveis e Gigante Animal na Midialouca

Resenha: xDuduxFotos: Danilo VieiraSalvador passa por uma triste fase de escassez de casas de shows, por isso vale a criatividade dos organizadores de shows em buscar possibilidades em fazer a parada virar. Como puderam observar na resenha anterior, elaborada por Rodrigo Gagliano, o show dos Falsos Conejos foi no Bar de Dona Neuza, que fica no Marback bem distante do Rio Vermelho/Pelourinho (locais onde geralmente rolam os shows na cidade). Com a passagem do Gigante Animal (SP) por Salvador não foi diferente e a criatividade de Danilo Vieira é de se tirar o chapéu. O local escolhido foi a Midialouca, uma loja de CDs e livros bem legal. A estética do local por si só já tava valendo, eu particularmente nunca tinha ido a loja e adorei, comprei dois bons cds lá e ainda vi shows de duas bandas excepcionais. Vamos ao show.
Já tinha uma quantidade razoável, para uma quinta feira, no local e a Pessoas Invisíveis- http://www.myspace.com/pessoasinvisiveisrock - mandava os primeiros acordes, ent…