Pular para o conteúdo principal

Cobertura: Lançamento DVD Por do Sol Hardcore‏

Resenha: xDudux

Fotos: Lenon e promo



Domingo passado foi dia de conhecer um local novo, rumei junto com Rodrigo pra Plataforma, a missão era ver a banda dos queridos amigos sergipanos: Nucleador. Pra mim foi bem tranquilo chegar ao local, pois o ônibus passa aqui perto de minha casa, é um buzú apenas e lá as pessoas souberam informar legal onde era a Praça do Mabaço de Baixo, sem grandes complicações. O pico do evento, Bar Mariscada, é bem agradável, várias mesas um espaço para a banda tocar bem legal também, tudo muito bem organizado.


Ao chegar ao Bar Mariscada já estava se apresentando a A.L.C.O - http://www.myspace.com/alcogrind - banda de grindcore bem legal. A banda executa bem o som que se propõe a tocar, não foge muito do tradicional, mas nem por isso deixa de ser uma boa banda. No final da apresentação houve uma troca de guitarristas, não entendi muito bem o que foi aquilo, se o cara vai entrar na banda no lugar de Heider ou se foi apenas uma participação, importa dizer que a troca não fez decair ou subir o nível da banda, a apresentação continuou linear.




A segunda banda a subir no palco do Bar Mariscada foi a identidade Ignorada - http://www.myspace.com/identidadeignoradahc - banda de hardcore da localidade. Sinceramente o tipo de hardcore executado pela banda não me agrada nem um pouco, acho tudo meio embolado demais e demasiadamente chato, porém há de se destacar uma grande evolução do baterista, Lenon, que realmente impressionou nessa apresentação. Outro ponto que achei bem legal do show dos caras foi uma paródia com "Boys don't Cry" do The Cure, ficou bem legal. Fora isso a banda se arrisca a misturar outros elementos mais rockers ao hardcore, o que também não me agradou.




No palco a banda que me fez sair de casa num domigão: Nucleador (SE) - http://www.myspace.com/nucleadores - Com sua famosa "Inthrash" a banda inicia os trabalhos chamando os camisas pretas pra roda, do nada começa a brotar os seres mais diversos possíveis para pogar ao som de uma das melhores bandas do Nordeste na atualidade, como costumo dizer Nucleador é banda tipo exportação. O show seguiu com "Municipal Wasted" e outras diversas músicas do EP "Zombeers Infest". Além das músicas já tão conhecidas do EP, rolaram algumas faixas que irão sair no próximo álbum dos caras, já em fase de gravação. Rolou ainda um cover da banda texana D.R.I., influência clara da banda. A banda não poderia deixar de tocar uma das melhores faixas do EP que é "Baratas Atômicas" (Atomic Cockroaches). Mesmo com o som não ajudando muito a Nucleador demonstrou uma qualidade surpreendente não só como conjunto, mas na individualidade de cada integrante. Até o vocal me impressionou desta vez, um desenvoltura bem mais instigante do que a última passagem por Salvador, essa qualidade toda foi aprovada pelo público que ao final pediu o "bis" que foi atendido prontamente pela banda, repetindo a clássica "Municipal Wasted".




Banda nova!!!Isso ai eu gosto, na verdade é a reformulação da Alienados do Subúrbio, agora entrou Marilia no baixo e o nome da banda mudou para Sbórnia Social. O som continuou aquele hardcore cruzão, bem direto. Confesso que achava mais interessante quando era um duo, acho que os caras deveriam fazer outro projeto apenas os dois, fica bem legal. Marilia dá conta muito bem no baixo, tem paletadas ágeis e Lenon além de executar muito bem as linhas de bateria, faz um backvocal coeso. A banda tocou cover de uma banda que ao que parece é um classíco do punkrock no subúrbio, Boca de Lixo. Acho que falta um pouco mais de peso na banda e mais segurança na nova formação, mas isso será fácil, pois a banda já tem dois shows agendados para esse mês. A prática, geralmente, faz as coisas encaixarem.




Finalizando o evento, uma banda que já tinha tocado mais cedo, porém como tem o repertório ainda bem curto, composto apenas de 03 músicas resolveram fechar a conta do Lançamento do DVD Por do Sol Hardcore: Stink Kalau. Outra banda nova, que possui como um dos integrantes Pirata (ex UZT). A banda, assim como as demais, faz um hardcore simplório e estava desfalcada com a ausência de seu vocalista. Achei as duas primeiras músicas bem chatinhas, porém a última música que tocaram, que me esqueci o nome, tem uns riffs bem legais e achei que funcionou bem. As letras são bem diretas, quase que um dialogo ruêro, com gírias e palavras de baixo calão...EXCELENTE!


O show acabou num horário muito bom, adorei o passeio e foi uma tarde bem agradável para minha pessoa. Esse sim é o tipo de evento que faço questão de estar, não me venha com seus roques bonitinhos e cheirosos que pra mim são uma merda e não me instigam a sair de casa.


Comentários

Rodrigo disse…
os nucleadores permanecem destruidores!!
Eduardo disse…
Rodrigo: Yeahhhhhhh!!!Sempre fudendo com tudo e o melhor, fudendo gostoso!
Anônimo disse…
oooooopa, fuder gostoso é comigo mesmo! hehe. valeu pela resenha, meu lindo!!!

Murillo Viana
Eduardo disse…
Murilo: kkkkkkkkkkkkkkkk seu safado!!!!

:p
Lenon Hardcore disse…
Hahahahahahha!!!!!!!! clássico do punk rock no subúrbio foi foda!!!!!!!

boca de lixo era as maiores desgraças do subúrbio!!!!!!

Sobre a identidade!!!! Isso não é normal estar embolado! a não ser quando estão todos bêbados menos eu!!! hahahahahahhaah!!!!!

É nóis!!! subúrbio ta voltando a ativa!!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Festival Big Bands 2012

Texto: xDudux
Fotos:Quina Cultural, Igor Filgueiras, Mari Martins
No dia 26/10/2012 foi dado o pontapé inicial para mais uma edição do  Festival Big Bands. Na sexta não fui, pois estava torcendo pro glorioso leão e no domingo também não deu pra comparecer já que estava na celebração da décima edição da batalha de rimas Maisum, entretanto não poderia deixar de ir a pelo menos um dia desse tradicional festival e me restou ir no sábado (27/10), onde dentre outras bandas teria a gigante Headhunter D.C., banda local de death metal com prospecção e respeito nacional. Sim por esse show com certeza já teria valido à pena minha ida a Praça Tereza Batista, mas ainda teriam outros atrativos nessa tarde/noite.
A banda de abertura foi a Hessel -http://www.myspace.com/hesselrock - banda instrumental local que seguindo nossa tradição de bandas instrumentais é muito boa! Os caras abusam, sem medo de ser feliz, de efeitos e pedais, dando um resultado final que é uma delícia musical de primeira linha, que …