Pular para o conteúdo principal

ROCK PUB BANDS


Sábado, muitos eventos rocker rolando em Salvador, escolhemos um que achávamos mais interessante e menos goguento para irmos, o evento escolhido foi ROCK PUB BANDS, é isso ai "Rock and roll babyeeeeeeeh". A casa de show que abrigou o evento não poderia ser outra se não o Irish Pub, um pub bem aconchegante localizado na Barra, lugar bonito, bem decorado. Outro ponto interessante do evento, é que parte da renda seria revertida para ajudar a banda Vivendo do ócio a se deslocar para Recife, onde se apresentarão no festival Abril Pro Rock.

A primeira banda a se apresentar foi a PESSOAS INVISÍVEIS - http://www.myspace.com/opessoasinvisiveis - Uma banda que conseguiu me conquistar, adorei a apresentação dos caras, as melodias são bem década de 90', amei isso, e os covers foram escolhidos a dedo, e muito bem escolhidos. Mandaram cover do Foo Fighters, L7 e Queens of the stone Age, pirei demais!!!!! Próximos shows, a depender de minhas possibilidades, é certeza está lá. Virei fã!

A segunda banda a mandar ver no rock and roll, foram os anfitriões da noite, VIVENDO DO ÓCIO - http://www.myspace.com/vivendodoocio - E com isso a Pub ficou pequeno, fiquei emocionado pois o calor infernal que fazia me fez lembrar de casas de shows como Insurgente e Calypso (rip's), que em épocas de vacas gordas, viviam cheias e fazendo todo mundo pingar de suor. A Vivendo do Ócio, parece que estava achando frio demais e mandou várias músicas antigas, porém com arranjos novos, que particularmente achei bem melhor, coisa até rara, pois costumo gostar mais das demos/eps do que os cds, contudo, creio que o CD da Vivendo do Ócio, que sairá pela Deckdisc vai me agradar mais que o EP lançado na internet. Além disso, a banda fez execução de músicas novas, que irão sair nesse mesmo cd para que o público desde já vá conhecendo e se adaptando com as mesmas.
Os caras ainda, ensaiaram com a galera, a música que promete ser o carro chefe desse novo lançamento, "Rock Pub Baby", e estava todos afiados, galera cantando junto, um clima bem legal, vários jovens felizes e serelepes. Teve um pequeno probleminha técnico, nada que abalasse o bom andamento do show. Luca Bori, fez uma excelente apresentação com gaita, que deu pra balançar ainda mais o esqueleto e no final do show, o bafo do inferno tomava de conta do PUB, tava quente demais.

Nesse clima infernal que a CHARLIE CHAPLIN - http://www.myspace.com/charliechaplingoveia - subiu ao palco. De longe essa não foi uma das melhores apresentações dos caras, já pude ver outra bem mais animadas, o público que estava no local tentava vencer o calor e o cansaço e dançar ao som dessa banda que tem uma pegada groove sensacional, contudo, o Vicente (voz) parecia está mais morto que vivo, acontece.
O público acompanhou, como de costume, cantando as músicas que vazaram na internet e as músicas novas, que já vêm sendo executadas a alguns shows também eram cantadas por alguns. Tiraram alguns covers como "Se essas paredes falassem" da banda paulista Dance of days (totalmente dispensável), "Impor" da banda Shame de Campinas (SP), e ainda fizeram cover de uma banda de hardrock que não lembro o nome, com a participação de Zamir (Costeletas de Fogo) no vocal, eu até que curtir esse cover, tem uma pegada de funk foda!!!!!!!!Ainda contaram com a participação de Gil (Ocarina), no cover do NOFX.
A surpresa, dessa vez, ficou por conta da execução de um trechinho da música "Sedução Barata", da banda soteropolitana Irmão Carlos e o Catado - http://www.myspace.com/irmaocarloseocatado - Direto do Marback, é nois!

O show foi bem legal, começou num horário bom, creio que atrasou apenas uma horinha, mas esse atraso de uma hora é até legal para poder conversar um pouco com os amigos, fazer uma social e acabou num horário legal, que deu para pegar o buzão. O ruim, foi que o DJ You Dub, só mandou rock, fiquei puto achando que iria me sentir na Jamaica (risos), sacanagem, o DJ é bom.


Na foto: Pessoas Invisíveis

Comentários

Fernando Gomes disse…
P/ mim, o show da Charlie Chaplin foi dividido em dois momentos: antes e depois de "Se essas paredes...". O antes, bem legal, com as ótimas músicas da banda, uma galerinha curtindo, dançando, os caras tocando certo e tal. O depois, uma merda!
Zamir disse…
É verdade, bicho. Concordo com Fernando, esse maldito cover deu uma decepada nas pernas da galera.

Que venham outros, sem canções malditas.
Gil Daltro disse…
O pub ficou pequeno mesmo!
O show foi foda!
=**
Rodrigo disse…
hehehehe porra! galera num alivêa! o cover era uma piada para as pessoas q tiram onda de oldschool, um boicote nosso à cartilha de músicas e bandas certas para se ouvir! quisemos nos queimar msm!

era pra ser um pouco mais engraçado... hehehe so q tava sem clima, pedi pros caras pra desistirmos... mas fui vencido pela dupla dinamica da banda hehehe

so q depois vi animação sim, principalmente em Shame, cujo a música não foi "Impor" e sim, "Em vão"... quem tocava "Impor" era Pato Rocko, a qual também fizemos cover e lembro de um momento de animação por parte dos presentes nessa hora também: "Já chegamos longe demais para voltar!"...

huhuul! o show foi uma merdaaa! :) hehehe (pena q n pude ver o da Pessoas Invisíveis e de Vivendo do Ócio)...

bju tomanacarahc!
xToma na Carax disse…
Realmente Rodrigo, a música foi "Em vão" e esqueci de citar o cover da Patorocko, que ao contrário do Dance of Days, sempre cai bem.

O lance da piada é aquela onda, piada inteligente demais só quem conta ri kkkkkkkkkkkkkkkkkk mas agora eu tô rindo rsrsrsrsrsrs

Beijinhos!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Festival Big Bands 2012

Texto: xDudux
Fotos:Quina Cultural, Igor Filgueiras, Mari Martins
No dia 26/10/2012 foi dado o pontapé inicial para mais uma edição do  Festival Big Bands. Na sexta não fui, pois estava torcendo pro glorioso leão e no domingo também não deu pra comparecer já que estava na celebração da décima edição da batalha de rimas Maisum, entretanto não poderia deixar de ir a pelo menos um dia desse tradicional festival e me restou ir no sábado (27/10), onde dentre outras bandas teria a gigante Headhunter D.C., banda local de death metal com prospecção e respeito nacional. Sim por esse show com certeza já teria valido à pena minha ida a Praça Tereza Batista, mas ainda teriam outros atrativos nessa tarde/noite.
A banda de abertura foi a Hessel -http://www.myspace.com/hesselrock - banda instrumental local que seguindo nossa tradição de bandas instrumentais é muito boa! Os caras abusam, sem medo de ser feliz, de efeitos e pedais, dando um resultado final que é uma delícia musical de primeira linha, que …