Pular para o conteúdo principal

Entrevista com Diego Torres - Todos Contra Um

Durante a madrugada de Quinta para Sexta, peguei um grande amigo potiguar, Diego Torres, e fiz essa entrevista sobre a sua banda Todos Contra Um. O papo fluiu legal, e está bem descontraído, por isso não espere uma entrevista formal e sim um bom papo entre dois grandes amigos. Tick Pow!

Tomanacara: Tá fazendo o que?


Diego: Lendo sobre o Circa, e falando com uma amiga de Brasília. E você?


Tomancara: Querendo te entrevistar, comofas?

Diego: Me entrevistar? hahahaha sobre o que? Doidasso! ihasuihsauiahsuiash


Tomanacara: Sobre a banda né caralho? É o Tomanacara e não Globo Rural.


Diego: HASUIHASIUHASIUHASIUHASIUAS. Curto e grosso! Hahahaha. Estou sem jeito, não sei o que falar, corazon! hahahahaha


Tomanacara: Foda-se!


Diego: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Tomanacara: Né você que tá frenético hoje, vamos usar isso. Aproveite que lá no blog não tem limite de caracteres, e escreva muito.


Diego: Escrever muito? Caralho! iusahuihasuiahsiuas tu quer mesmo me entrevistar? Vou tentar falar pouco, sempre falo demais! hahaha


Tomanacara: ahahuauhuhah Se jogue! Diz aê como surgiu o Todos Contra Um?


Diego: Ok, lá vamos nós... O Todos Contra Um surgiu com um grupo de adolescentes desocupados querendo sair da inércia. A diversão sempre foi o maior foco, se livrar das prisões sem muros, e tentar não deixar o tempo ser nosso carrasco. Falar o que os deixavam tristes, com raiva também é bem legal. vomitar tudo de ruim/bom! Próxima! hahahahaha


Tomanacara: Quanto tempo de banda?


Diego: Já começamos inspirados! Nunca vou conseguir esquecer a data do primeiro ensaio, foi em abril de 2008, alguns dias antes do show do Bad Brains. hahahahaha Foi um ensaio engraçado, só Eu conhecia todos os muleques, mas todo mundo se curtiu bastante. Divertido, essa é a palavra.


Tomanacara: E de 2008 pra cá tem cumprido o que se propunham no começo, ou seja, sair das prisões sem muros e se divertirem?


Diego: Então, a proposta da banda no começo era outra, a gente queria tocar algo mais Embrace, Rites of Spring, Soulside, etc... Fizemos várias músicas, daí acabamos enjoando delas, e resolvemos começar tudo mais uma vez no final de 2008, tentar fazer algo com mais foco, um som rápido. A maioria das músicas da nossa demo é do final de 2008, eu gosto delas, mas elas eram muito 'retas'... Se é que posso chamar assim. Mas sonoramente, agora estamos fazendo algo que está agradando bem mais a gente! Sobre o lance de sair das prisões sem muros, que a gente acaba nem percebendo que estamos dentro delas, estamos todo dia na luta, tentando melhorar, mudar, aprendendo a conviver, e o mais importante, não transformando isso em algo chato, fazemos isso com prazer, nos questionando, sendo questionados, e nos divertido bastante, sempre!



Tomanacara: Caralho, de Embrace para o som caótico que fazem, que evolução!!! As influências dos componentes da banda parecem ser as mais diversas possíveis, e sei também que na banda todos vieram de outras bandas, de outros estilos. Quais são as bandas pré Todos Contra um?

Diego: Evolução? não sei. Caótico? A gente queria fazer algo mais caótico, mas a gente não consegue, o melódico está presente demais em nós, e vocês vão perceber isso no novo ep, mas a gente gosta até de ser assim. haha Realmente, as influências são as mais diversas... Alan (bateria) curte muito reggae, e uns lance mais regional; o João (baixo) se amarra em Turbo Negro, e em alguns blackmetal... o xFurax (Guitarra) pira no Satanic Surfers, e nos hardcore straightedge; Eu sou o mais inconstante, estou em uma fase ouvindo direto o The (international) Noise Conspiracy, e o Trash Talk, duas bandas bem diferentes, mas lindas. Hehe Eu toquei no Unity, era uma banda de metalcore, toquei baixo até 2005, cantei no Silvia Saint vs Rocco até 2007, um banda de queercore. O Alan tocou bateria no Unity, e no Fakelife, uma banda de hardcore melódico. O xFurax tocou baixo no Device, enquanto ele morava em Recife, era uma banda de screamo, que chegou a fazer uma tour Nordeste com o Gloria, ele tocou também em uma formação do Silvia Saint. O joão provavelmente já deve ter tocado em alguma banda cover do Metallica, ou algo do tipo. haha Não sei mesmo se ele já teve alguma banda antes, boa pergunta. Eu, Alan, e xFurax também temos outra banda, se chama: Sailor Edge -http://www.myspace.com/sailoredge -; ela está parada por tempo indeterminado, o guitarra foi morar em brasília. Provavelmente esse ano a gente vai lançar material novo, vou passar o mês de agosto em brasília, e aproveitar para começar a produzir algo com ele. Espero que entre setembro e janeiro, a gente consiga gravar, e fazer algum showzinho pra se divertir. hehehe


Tomanacara: Pra mim é evolução. Não que não goste do Embrace, mas uma som rápido e bem feito, assim como o de vocês, me encanta. Dois anos de banda; 1 EP lançado, bem divulgado e com excelentes críticas de blogs/sites especializados; 1 tour pelo nordeste. Ao visto o saldo tem sido bastante positivo, o que mais pretendente alcançar a Todos Contra Um, quais os planos futuros?


Diego: Pô, valeu mesmo pelos elogios, sei nem o que dizer. haha Só tenho a agradecer mesmo por todo mundo que de alguma forma ajudou a gente nisso tudo, tentou conhecer a banda, trocar idéia, acrescentar algo nas nossas vidas, isso sim faz tudo valer a pena. Ver que tem pessoas realmente tentando mudar o amanhã, como diria o cólera. hehe Então, estamos agora numa fase de produção, fazendo músicas novas. Tentamos ouvir bastante som pra se inspirar, isso sempre ajuda, bandas de amigos, bons livros e filmes também. Estou escrevendo/lendo bastante nos últimos tempos, e um pouco disso tudo que a gente está produzindo nas nossas vidas, vai aparecer nos nossos próximos 'trabalhos'. hehe Vamos tentar lançar split com alguma banda que a gente gosta, mas não podemos divulgar nenhuma ainda, porque está tudo bem incerto por enquanto. Vamos lançar também outro EP, uma quantidade de músicas igual, ou superior ao nosso primeiro. Estamos planejando pra 2011 uma mega tour centro-oeste, sudeste e sul, queremos tocar e conhecer várias pessoas novas, e rever outras e absorver bastante coisa pra trazer pra onde nós moramos, e tentar passar um pouco das nossas vivencias para outras pessoas, para que isso venha a acrescentar em algo nas vidas de todos. Realmente uma troca de experiências, só vai vir pra somar. Tocar, e falar o que a gente acha sobre certos assuntos, também é muito bom, me sinto bem com essa válvula de escape.


Tomanacara: Início do ano vocês pegaram a estrada e saíram excursionando pelo Nordeste, por quais cidades passaram, e como foram os shows e o rolé em si em cada uma delas? Quais bandas conheçou? Que impressões tirou?


Diego: Então, a Todos Contra Tour, foi o nome que a gente deu pra essa turnê no nordeste. Ela contou com cinco cidades, sendo elas: Salvador, Aracaju, Maceió, Recife, e João Pessoa. Infelizmente, o show em João Pessoa não aconteceu, a gente acabou adiando por problemas em

relação ao espaço. Vamos marcar essa apresentação pra daqui um tempo, ainda estamos bem ansiosos. Cada cidade tem o seu charme, a tour teve vários momentos legais, muita troca de idéia, e foi algo positivo até demais! Fizemos vários amigos novos, conhecemos bandas, comemos comidas diferentes, conhecemos um pouco da cultura local, a viagem em si foi ótima, nada pra reclamar. Tocamos com várias bandas legais, em Maceió finalmente a gente conseguiu ver o show dos nosso amigos da Reverter, banda bem foda, lembra um pouco a Adcional, eu gostei demais! A Säläda também destruiu no powerviolence. haha foi bruto! Aracaju? Sem palavras, tocamos com bandas que são grandes amigas, e influências brutais, duas das melhores bandas no país, na nossa opinião. haha O show da Nucleador, e dos nossos irmãos da Demonkratzie foi demais, perfeito! Um aprendizado pra a gente. Hehe Finalmente chegou a hora de Salvador, um dos momentos mais esperados da tour, iamos tocar no Aniversário de um ano Tomanacara! Orgulho demais de vocês, mais uma vez, parabéns! hehe Então, a gente tocou só com as bandas mais fodas do nordeste, estilos diversos, tudo misturado, e tudo perfeito. Capitalixo, Charlie Chaplin, Derrube o Muro, só coisa linda! A Rancor, e a Egrégora também foram brutais, bandas novas que fiquei bem feliz em ver ao vivo. E ao meu ver as bandas mais esperadas, a Mais Treta, e pra mim a melhor banda do nordeste, a Pato Rocko. Foi insano. Lágrimas. haha Salvador vai ficar marcado pra sempre na nossa memória, não como um rolê, um show, ou qualquer coisa do tipo, mais como um laço de amizade não é fácil de ser quebrado. É família, porra! Recife, o show mais insano da tour do Todos Contra Um, todo mundo doido! hahaha O show das bandas antigas também foi bem foda, o Arquivo Morto foi bem bonito de ver, o Comedores de Lixo, foi brutal, como já era de se esperar. Uma banda nova que tocou, e me chamou bastante a atenção, foi o 7 dias de massacre, banda muito boa. Estou ansioso pela gravação deles! A impressão que fica é que aos poucos as coisas estão tentando melhorar, algumas pessoas se movimentando, outras estagnaram, mas ainda existem pessoas que estão aí na luta. Nordeste é selva, não é como o eixo rio/são paulo, que tem gig's todo final de semana, aqui é bem diferente. a pegada é outra.

Tomanacara: Orgulho nosso termos em nosso aniversário de 01 ano uma banda tão dedicada e comprometida como vocês. Só os reais! Você falou de algumas bandas do rolé que acabou conhecendo ou revendo, e o que indicaria para os leitores do blog ouvirem?


Diego: Tudo nosso! hahahahaha Indicar alguma banda do Nordeste que eu conheci ou acabei revendo durante a tour? Complicado indicar só 'uma ou outra'. haha se possível, tente procurar material de todas as bandas, certeza que cada uma vai te trazer uma sensação diferente. Maceió eu indico a Reverter, banda bem legal. Aracaju eu indico as duas, Demonkratzie e Nucleador, bandas fodassas! Salvador eu indico todas as bandas que tocaram no evento, Egrégora, Derrube o muro, Capitalixo, Rancor, Charlie Chaplin, Pato Rocko, Mais Treta, Todas! hahaha Recife, 7 dias de massacre.


Tomanacara: Não, pode indicar qualquer banda! A pergunta foi dúbia rsrsrsrsrs!
Diego: indicar qualquer banda do Brasil?
Tomanacara: Do mundo!

Diego: Complicado demais! hahaha Vou tentar indicar só as bandas do Brasil, que estou ouvindo ultimamente, ou que simplesmente gosto.
Tomanacara: Fique a vontade meu caro.
Diego: Vingança, Lei do Cão, Calistoga, Antiskieumorra, Nação Corrompida, Eu declaro meu inimigo, Clamor, The renegades of punk, Demonkratzie, Triste fim de Rosilene, Escato, Pato Rocko, A Sangue Frio, Capitalixo, xLumpenx, Charlie Chaplin, Derrube o Muro, Diante dos olhos, Possuído pelo Cão, Libertinagem, Ternura, Dead Fish, Morto pela Escola, Vivenciar, Elasticdeath, Curcio Corsi, Alarme, Sailor edge, Skate Pirata, Disacusia, Pés descalços, Deaf kids, Leptospirose, Prisão sem Muros, Condictio, Abuso Sonoro, Nerds Attack!, Discarga, No violence, Emicida, Busscops, Eu serei a Hiena, Kamau, Infect, Colligere, Teu pai já sabe?, Morte Asceta, Nunca Inverno, Entre Rejas, Filhotinho, Diatribe, Cu Sujo, Campbell trio, Ornitorrincos, Velho de Câncer, etc. Pronto, essa é minha listinha. haha certeza que existem várias outras bandas, mas essas são as que vieram na minha cabeça agora.

Tomanacara: Tá amanhecendo já né? Tá na hora de acabar! Deixa um recado pra geral que tá lendo a gente agora!
Diego: “Fico imaginando quem roubou nossa inocência, tento descobrir a quem culpar! Quero acreditar na velha ou na nova, em ser positivo e nunca desistir. Veja, os garotos ainda estão aqui gritando por mudança! Veja, eles ainda acreditam em se unir, lutar, ganhar poder! Se não somos iguais, o que nos mata é sempre o mesmo... venceremos!!!” (Dead Fish).Nada existe a não ser o agora”, como diria o Libertinagem. Mais amor, por favor. Continuem a procura da felicidade, beijos!


Tomanacara: Valeu nego, Nordeste é noiz!

Comentários

Val disse…
boa entrevista e paguei pau na primeira foto!!!

mas nao menospreze o Globo rural! hauyauahuahua..

e uma coisa ele falou, Recife tem um publico massa!!!
Eduardo disse…
Val: A primeira foto é do mestre Fernando Gomes, confere o trampo dele aqui: www.flickr.com/photos/fernandogomes

O Globo Rural foi só piada mesmo, apesar de não assistir, cedo pra caralho ahahuauhauhauhauhahu

Rapaz, realmente Hellcife é foda!!!!

Valeu pela força aê
Dill disse…
Diego é o cara mais bonito do Brasil.. Eu o recomendo para todos!
Eduardo disse…
Recomendadissímo!!!!
Rodrigo disse…
esse dill eh fanta!! hehehe

nessa tour descobri que ele eh 10x mais choriçado do que choriça! hahhaha mas dieguito num eh mole naum!!

ficou massa la entrevista!! ;)
Eduardo disse…
Rodrigo: Diil é besha!!!E sempre soube que as guetes que se botam pro cara, mas que leva a culpa é sempre o coitado.

Que bom que curtiu a entrevista.
mt boa a entrevista, divertida
Eduardo disse…
Jhonny: Que bom que curtiu, abrá!

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”. 
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Pessoas Invisíveis e Gigante Animal na Midialouca

Resenha: xDuduxFotos: Danilo VieiraSalvador passa por uma triste fase de escassez de casas de shows, por isso vale a criatividade dos organizadores de shows em buscar possibilidades em fazer a parada virar. Como puderam observar na resenha anterior, elaborada por Rodrigo Gagliano, o show dos Falsos Conejos foi no Bar de Dona Neuza, que fica no Marback bem distante do Rio Vermelho/Pelourinho (locais onde geralmente rolam os shows na cidade). Com a passagem do Gigante Animal (SP) por Salvador não foi diferente e a criatividade de Danilo Vieira é de se tirar o chapéu. O local escolhido foi a Midialouca, uma loja de CDs e livros bem legal. A estética do local por si só já tava valendo, eu particularmente nunca tinha ido a loja e adorei, comprei dois bons cds lá e ainda vi shows de duas bandas excepcionais. Vamos ao show.
Já tinha uma quantidade razoável, para uma quinta feira, no local e a Pessoas Invisíveis- http://www.myspace.com/pessoasinvisiveisrock - mandava os primeiros acordes, ent…