Pular para o conteúdo principal

Cobertura: The Renegades of Punk (SE) em Camaçari (BA).



Resenha: xDudux


Fotos: Fernando Gomes e Danilo Vieira



Sexta feira caos no trabalho, mas eu não estava nem muito atento a isso só queria que chegasse a hora de me picar e pegar os Renegades da rodoviária, a ansiedade era tanta que acabei chegando um pouco cedo na rodô e esperando um pouco eis que chegam as três doçuras de pessoas. Abraços, beijos e cumprimentos e seguimos para casa. Nos abastecemos de açaí e sanduba aqui no bairro e esperamos a chegada de Fernandinho (Egrégora) pois iriamos de carona com ele pra Camaça, local do primeiro show da Mini Tour: The Renegades of Punk na Bahia. Ótimo, tudo no horário vamos para Camaçari! Ao som de Life is a Lie eu esqueci que estava como co-piloto e passamos da entrada, nunca ouçam essas músicas pagãs na estrada que dá merda, voltamos ao nosso rumo e chegamos em Camaçari.

Apesar de um pouco atrasados o local ainda estava vazio, sinceramente essa seria a primeira vez que iria ver um show em Camaçari vazio, a galera lá costuma comparecer aos shows, fiquei um pouco receoso, mas aos poucos foi chegando a galera e se aglutinando, foda que boa parte preferiu ficar do lado de fora, mesmo com o pessoal da produção abaixando o valor do ingresso. Lamentável.

Sem mais delongas o trio Mapache Man - http://www.myspace.com/mapacheman - se preparava para o fuzuê. Tocando músicas de sua primeira demo a banda fazia seu primeiro show em Camaçari e ainda era uma grande novidade para muitos, talvez por isso a galera não empolgou muito no show dos caras e apenas olhavam atentos Diogo soltar o braço na bateria e Rodrigo fazer o baixo falar como nunca tinha ouvido antes, talvez deve ter sido o adesivo do Beastie Boys que o inspirou ou simplesmente o excelente equipamento de som alugado pela produção do evento. Sem falar que os acordes de guitarra de Fabiano renderam comentários do tipo "Que guitarra é essa? Parece que tem duas guitarras na banda" e o conjunto da obra agradou bastante, haja vista outro comentário de um expectador "Essa banda atualmente é a melhor banda da Bahia". Melhor banda da Bahia eu não sei, mas putaquepariu esse show em Camaçari foi um dos melhores, se não o melhor, dos caras.



Enquanto a Egrégora - http://www.myspace.com/egregoratao - a galera observava e via uma garota no meio daquilo tudo, parece ter deixado alguns surpresos. Se bem que essa não era a primeira vez da Egrégora em Camaçari, mas enfim nas primeiras músicas Carol mostrou que o fato de ser mulher não diferenciava em nada a agressividade e vigor das músicas, das bandas formadas apenas por garotos. A Egrégora conseguiu empolgar mais os presentes, que arriscavam uns pogos e alguns até cantavam as músicas da banda. A satisfação do público foi comprovada com o seguinte comentário de um expectador: "EU QUERO VER AS VISCERAS DA EGRÉGORA". A banda atendeu e mandou várias pancadas como "Da ponte pra cá" e "Ismael", além de mandarem um trechinho de "Caminho do Bem" do mestre Tim Maia.




E definitivamente era o dia das garotas surpreenderem, se uma mulher no vocal já impressionou o que dizer que uma mulher no vocal e desferindo riffs de guitarra para o público agitar freneticamente? Isso era a The Renegades of Punk (SE) - http://www.myspace.com/therenegadesofpunk - mostrando o que seriam esses três dias de rolé na Bahia, regados a muito punkrock e energia! Ivo Delmondes parecia dar uma surra na bateria,sentando o braço e tocando com muita precisão músicas que saíram em diversos materiais da banda, como por exemplo o split com a banda Mahatma Gangue (RN), onde pra mim constam as melhores músicas da banda ou no mais recente lançamento "Conspiração coração ao contrário", que conta com outras bandas bem legais. João era pura empolgação nas quatro cordas e Dani, porra que vocal lindo e totalmente encaixado nas melodias. O vocal apesar de bem agressivo não chegava a ser rasgado/gutural era simplesmente agressivo como toda banda punk deve ser. E no final, como toda banda punk que se preze, mandaram um fenomenal cover do Cólera!!!Para delírio do amigo de João, o punk do chapéu de palha.


Todos já bem suados, mas não cansados, esperavam os anfitriões da noite começar a mostrar o que Camaçari tem de melhor em termos de punkrock. A The Pivos - http://www.myspace.com/thepivos - mostrou em músicas como "Blue Eyes" que o single "The Pivos", lançado esse ano, é apenas a ponta do iceberg, ou melhor, o começo do inferno. Punkrock simples e infernal, os caras fizeram o show mais empolgante da noite, onde geral cantava as músicas e dançava que nem loucos, uma pena que a banda apenas tenha lançado um single, que na boa nem é da melhor música deles. Já passou da hora de lançarem um material com mais músicas e sair em turnê por ai, porque a banda é boa pra caralho e tem um potencial estupendo. E vou logo avisando, não adianta ouvirem apenas a banda pelo My Space para ter uma idéia do que estou falando, tem que ver e sentir as boas vibrações dos shows dos caras.

Fim de show, alguns minutos de conversas e risadas e nos preparamos para retornar a capital, pois no outro dia tínhamos outro interior para visitar: Cruz das Almas. Gostaria de agradecer imensamente a Marcelo e Ítalo (The Pivos) pelo suporte, por terem feito acontecer o show lá em Camaçari e por ter colocado uma estrutura em termos de som muito boa para as bandas.

Comentários

Danihella disse…
É a indea pars. Massa a resenha. Quero mais.
Eduardo disse…
É indeaaaaaaaaaaaa....vai rolar, aos poucos tão surgindo ehehehhe
Rodrigo disse…
Ficou bala mermo!! so q axu q vc confundiu algo em sua memoria!! quem bota baixo pra falar nessa porra só é Frank e Thilindão!!! O resto eh cunversa!!!

sobre o show, tlvz se tivesse rolado naquele outro lugar perto do geladinho, a vibe teria sido ainda melhor!!
Fernando disse…
Resenha visceral!
Eduardo disse…
Rodrigo: Falou humildão ¬¬ Rpz acho que se o show fosse no outro lugar só teria uma vantagem, e uma grande vantagem, O GELADINHO!

Fernando: A pegada agora é visceral!!!
Dill disse…
Rodrigo bota o baixo pra chorar.. Tipo Harmonia do Samba Sácomé?
Eduardo disse…
Dill: Tou ligado, tipo Bira.
Anônimo disse…
yeahhhh! esse jornalista do rock é visceralll;; ahaahhaha
Carol disse…
ops... assinado por carol visceral ahahha
Eduardo disse…
Viscerallllllllllllllllll!!!!
Papel disse…
todo boa banda tem tocar com suas visceras
eu quero mais shows e resenhas viscerais como essa
rsrsrs
marcou
Eduardo disse…
Papel: Noiz mermu!!!E shows com sua presença sempre são mais divertidos!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Pessoas Invisíveis e Gigante Animal na Midialouca

Resenha: xDuduxFotos: Danilo VieiraSalvador passa por uma triste fase de escassez de casas de shows, por isso vale a criatividade dos organizadores de shows em buscar possibilidades em fazer a parada virar. Como puderam observar na resenha anterior, elaborada por Rodrigo Gagliano, o show dos Falsos Conejos foi no Bar de Dona Neuza, que fica no Marback bem distante do Rio Vermelho/Pelourinho (locais onde geralmente rolam os shows na cidade). Com a passagem do Gigante Animal (SP) por Salvador não foi diferente e a criatividade de Danilo Vieira é de se tirar o chapéu. O local escolhido foi a Midialouca, uma loja de CDs e livros bem legal. A estética do local por si só já tava valendo, eu particularmente nunca tinha ido a loja e adorei, comprei dois bons cds lá e ainda vi shows de duas bandas excepcionais. Vamos ao show.
Já tinha uma quantidade razoável, para uma quinta feira, no local e a Pessoas Invisíveis- http://www.myspace.com/pessoasinvisiveisrock - mandava os primeiros acordes, ent…