Pular para o conteúdo principal

Cobertura: Carnaval das Cinzas


Texto: xDudux

...O rolé do final de semana continuou em Camaçari, cidade da Região Metropolitana de Salvador, altamente cinzenta e poluída, mas que possui pessoas queridas e agradáveis que fazem a correria por lá, como a galera que organizou o Carnaval das Cinzas, evento que uniu bandas locais, com bandas da capital e interior.

Rumei com Fernandinho (Egrégora) para Camaçari e sinceramente achei que quando chegássemos lá ainda estaria na primeira banda, pelo mal hábito dos atrasos em shows de roque, todavia me equivoquei pois a primeira banda, Latrina, já tinha tocado e estava acabando de tocar a segunda, Agnósia. Enfim, perdi esses dois shows.

Adentrei o espaço e vi que no Bar da Cassia houve uma mudança desde a última vez que toquei lá, os shows agora estão sendo na área ao fundo do Bar e com certeza fica melhor para transitar, para dançar e para apreciar as bandas. A Dispor - http://dispor.wordpress.com - já estava preparada, Priscila e seu baixo novo estavam no speed e começa o show! A banda estava desfalcada nos vocais, pois Valéria não pode estar nessa apresentação, mas Antônio deu muita conta dos vocais, na verdade o bixo tava me lembrando a jovialidade da época que ele era vocal da Heróis de Nós Mesmo, tava insano e largando a garganta, o público claro que veio junto e caos estava estabelecido no Bar da Cassia, coisa boa!!!!! Minha opinião o melhor show da Dispor até hoje e mesmo com uns probleminhas técnicos o som conseguiu ficar no quilo, audível e caótico.

A próxima banda a se apresentar é uma das bandas que costumo chamar de tipo exportação. O som é muito bom e intenso, estou falando da Mácula - http://macula.bandcamp.com - banda que possui integrantes de Simões Filho e Camaçari e que estava naquela oportunidade lançando seu split com a Maruim Attack, banda de Blumenau/SC, split esse altamente recomendado pelo Tomanacara. A Mácula fez um show excelente onde ficou claro que Bal (bateria)v vem melhorado dia após dia sua pegada na bateria me deixando babando em ver ele tocando, muitas variações e sem perder o peso e agilidade que o som da Mácula merece, falar de Caleb (vocal) seria chover no molhado, desde a época que ele fazia apenas back na Lágrimas de Ódio que sou fã do Vocal dele e isso põe a Mácula em uma de minhas bandas prediletas, atualmente.

No intervalo entre um show e outro comecei um papo bem interessante com meus amigos Rodrigo, Antônio, Diogo e Fernandinho e como hardcore de longe não é só música e apenas o hardcore/punk consegue proporcionar momentos gostosos de discussões como a que estavamos tendo acabei não vendo o show da Rancor e nem da Exclusos, quer dizer deu tempo de ver o cover do Bosta Rala e do Hino Mortal apenas, covers estes que deixaram os presentes altamente empolgados.

O público estava em todas as bandas bem agitado, inclusive por algumas horas meio agressivo. Todos sabem que em show de hardcore eu despiroco mesmo e também descarrego muito de minha raiva ali, entretanto lembro-me sempre de uma frase legal que Billie Joe (vocal/Guitarra - Green Day) disse no clássico show do Green Day em Chicago, "Se vocês verem uma pessoa no chão ajude-o a levantar", tipo não é porque o som é agressivo e a dança por vezes também que vamos esquecer da solidariedade e respeito ao que está do lado, faltou um pouco disso, principalmente no tocante as mulheres presentes que ouvi que estavam sendo até bulinadas na roda...poupem-me! Isso beira o absurdo e é, ao menos por mim, inaceitável em qualquer meio. Achei desnecessárias as comparações com os shows de pagode, até porque eu vou em shows de pagode e não me comporto dessa forma reprovável, acho que não é som que toca que vai definir esse tipo de atitude e sim o caráter, ou falta dele, de quem está vendo os shows.

Em meio a esse clima a Egrégora - http://wwww.myspace.com/egregoratao - começa sua apresentação, trazendo um hardcore pesado, rápido e com algumas caídas bem quebra clima, que deixa a banda um pouco torta. Quase que emendando uma música na outra, a banda demonstrou um som colado e sem erros, perceptíveis, destaque para os backvocals de Fernandinho que estão cada vez mais brutos, negão bote logo uma banda pra você cantar!!!E Túlio que é a paleta mais rápida do Nordeste, mandando ver na guitarra. O vocal de Carol é bem agressivo, mal parece ser ela cantando quando ela fala e acho que isso impressionou muitos ali que achavam que mal ouviria os berros da mesma.

Cansadão e no meio da madrugada retornei pra SSA para finalizar meu rolé de final de semana.

Continua...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”. 
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Pessoas Invisíveis e Gigante Animal na Midialouca

Resenha: xDuduxFotos: Danilo VieiraSalvador passa por uma triste fase de escassez de casas de shows, por isso vale a criatividade dos organizadores de shows em buscar possibilidades em fazer a parada virar. Como puderam observar na resenha anterior, elaborada por Rodrigo Gagliano, o show dos Falsos Conejos foi no Bar de Dona Neuza, que fica no Marback bem distante do Rio Vermelho/Pelourinho (locais onde geralmente rolam os shows na cidade). Com a passagem do Gigante Animal (SP) por Salvador não foi diferente e a criatividade de Danilo Vieira é de se tirar o chapéu. O local escolhido foi a Midialouca, uma loja de CDs e livros bem legal. A estética do local por si só já tava valendo, eu particularmente nunca tinha ido a loja e adorei, comprei dois bons cds lá e ainda vi shows de duas bandas excepcionais. Vamos ao show.
Já tinha uma quantidade razoável, para uma quinta feira, no local e a Pessoas Invisíveis- http://www.myspace.com/pessoasinvisiveisrock - mandava os primeiros acordes, ent…