Pular para o conteúdo principal

ATRITTO ROCK EXTREME


Nesta edição uma novidade a resenha foi feita pelo meu parceiro de Toma na Cara, Gabriel Gomes, então está oficialmente retirado o cabaço desse menino, espero que gostem da leitura, pra quem não sabe Gabriel é quem cuida das postagens aqui do blog, eu cuido das outras coisas, sem ele esse blog não existiria, já que não sei mexer em blogs e não tenho saco, como ele gostava dos textos que escrevia no fotolog, me propôs que fizéssemos um blog, para termos mais liberdade para textos longos essas coisas, e foi assim que surgiu esse blog. Chega de falatório, se joga Gabriellll!!!

Depois de uma sexta e um sábado bastante badalados, vou eu em direção a mais um show no boomerangue, dessa vez é o ATRITTO ROCK EXTREME. Um evento, digamos assim que me deixou curioso, pois só havia uma banda da grade de atrações que eu já tinha tido o prazer de apreciar o desempenho ao vivo.

Com o atraso que já é clichê, sobe ao palco a NECROCERIMONY. Bom, por causa da ineficiência por parte da casa ao cadastrar as comandas, acabei perdendo uns 15 minutos da apresentação. Sem perder o fio da meada a banda manda um death metal true, bem executado e bem aceito pelo público ali presente, que fizeram uma roda bruta, porém de boa, inclusive flagrei até meninas colando junto.

Mostrando pra que veio eis que sobe no palco a ASCO, guitarras, baixo, vocais e bateria numa perfeita harmonia para mandar ver num grind de qualidade, coisa que a um bom tempo não vejo aqui pelas redondezas. Show bastante enérgico, músicas simples e diretas sem firulas, de quebra mandaram 2 covers um do RxHxDx e outra de umas das melhores do gênero no país, a HUTT. Muito boa a banda.

Com a pinta de que não iria deixar a galera esfriar, a EXIT 4 LIFE - http://www.fotolog.com/exit4life - começa, e de cara jogou um balde de água fria em todos. Screamo não muito bem executado, e como ouvi alguém gritar: “Ta parecendo que eu estou no show do jonas brothers” (risos). Bom, mais teve quem gostasse, vi algumas groupies e dois garotos (ou posso dizer garotas) balançando suas chapinhas, e é só.

Pra salvar a lavoura entram em cena THE REQUIEM MASS- HTTP://www.purevolume.com/threquiemmass - banda formada por ex-integrantes da extinta Undermine e na companhia do broder Fofão assumindo o baixo, a banda mostrou um metal/hardcore feito por quem entende bem da parada. Um destaque para Rafa (guitarrista) que é um show a parte, muita técnica e precisão nos riffs. A banda conseguiu reunir novamente uma boa parte dos ali presente para “o mosh” e assim da um UP no evento. Só tocaram musicas próprias, mais mesmo assim não deixaram nada a desejar!

É eu não consigo ficar sem resenhar um show, não é isso, é que ao que parece nesse momento Gabriel encontrou alguma bolacha quebrada pra xorissar, e como eu já tinha chegado ao local, e estava lá na frente pra ver a banda...bem, vamos ao que interessa, e o que interessa nesse momento é o show da CITY IN FLAMES - http://www.myspace.com/cityinflames - com uma abertura já caótica, os caras não deixaram a peteca cair, mandou o melhor da melódia e agressividade que se tem no momento nessa cidade, certo que atualmente não conheço muita coisa desse estilo, todavia posso dizer que em relação a último show dos caras que eu assisti esse superou e muito, senti uma bateria mais segura e menos desencontrada, além de ter gostado da formação apenas com 4 integrantes, acho que dá pra ouvir melhor os instrumentos, e torna tudo menos embolado. A galera estava adorando o show dos caras, podia se ver rodas e gente no empurra empurra, um clima bem legal. Ao que pude perceber apenas executaram músicas próprias, se rolaram covers eu particularmente desconheço, ao final do show os caras convidaram Ozzy (guitarrista da The Requiem Mass), para tocar umas músicas com eles, se ele será um integrante da banda ou não, não sabemos dizer, porém repito, a banda com uma guitarra apenas ficou bem melhor. Ainda sobrou tempo para uma participação de Chubby (ex-In core e Cáos em évora) nos vocais, empolgando ainda mais o público, inclusive numa tentativa de um “walls of death”, ou para nós baianos o “Corre corre lambretinha”. Um boa participação no evento, degustei! Passo agora a bola novamente pra Gabriel....

Ok! Eduardo... e as cortinas se fecham a bola da vez seria a YUN-FAT – http://www.myspace.com/yunfat , alguns minutos de passagem de som e elas se abrem,
Por alguns segundos achei que alguém tinha me seqüestrado para o show dos “sungas” no salvadorfestdecamisacolorida, rs. Mais não como o minino yun-fat e cheio de surpresas essa apresentação eles vieram no estilo verão, pouca roupa, mais vamos pro q interessa. Assim como a apresentação que eles fizeram no NP festival de covers alem de alem de executar algumas musicas do álbum “Action Movie Stunts Get To Die” mandaram algumas musicas novas que por sinal estão muito boa, ainda tocaram seu novo cover/versão da musica “Everybody (Backstreet's Back)” dos Backstreet Boys,
Que animou tanto que os presentes acompanharam num coro, que se tivessem ensaiado não saia tão perfeito. Bom mais como nem tudo são flores, entre a quinta e sexta musica os produtores do evento chegaram ao lado do palco e avisaram que o tempo estava estourado. Gostei da atitude da banda de não dar ouvido e tocar seu set-list. Fica ai uma dica aos produtores de eventos, não coloca muita banda lucra um pouco menos e faz um evento sem stress. Voltando.... a apresentação um sucesso só e agradou a muitos presentes.

Intervalo entre uma banda e outra, momento propicio pra da uma xorissada e fumar um cigarrinho. E lá de baixo ouço as guitarras soar, é hora de voltar a trabalhar. Fiquei pasmo quando vi quem estava tocando, AND MARY DIES – HTTP://www.myspace.com/andmarydiesband . o flyer que recebi desse evento eles não estavam. Bom, isso é só um mínimo detalhe, uma parte das pessoas já tinham ido embora e a boa parte que ficou era a galera mais true, que não se empolgou com a apresentação dos “pioneiros do metalcore em salvador” (risos, muitos risos). A banda bem ensaiada, boa presença de palco, mais não deixou de ser uma copia nacional de banda gringa.

Depois de mais um intervalo entre cigarros e xorissas sobe ao palco a MEGARAGE com o seu heavy/trash metal, executaram pouquíssimas musicas próprias, mais para compensar mandaram vários covers do Metallica. Contaram com a participação de Valmar (knightrider, rattle)num dos covers. Sentir a banda meio insegura no palco, pouco entrosamento entre as guitarras, mais mesmo assim alegrou a todos que ali estavam presente. Ela foi mais uma das surpresas da bela tarde/noite de domingo.

Bom por alguns fatores não tivemos como ficar para a ultima banda a fullminant.


NA FOTO: YUN-FAT

Comentários

Anônimo disse…
resenha de show de atrito ninguem merece.

corre corre lambretinha, eh massa... n conhecia!
x Toma na Cara x disse…
Assim, não temos vínculo que nenhuma produtora de eventos nem nada, até temos amigos que fazem uns corres de shows, mas enfim são amizades, nada de negócios. A Attrito não nos banca e nem a gente eles, nunca fui muito fã do esquema de shows dos caras, sempre achei uma grande merda. Contudo, tanto eu como Gabriel, fomos ao show pois tinham bandas de amigos que iriam se apresentar, e já que estavamos lá fizemos a resenha, porque esse blog funciona assim, não vamos ao shows por obrigação e te que fazer resenha, vamso ao show, nos divertimos e por tabela acabamos relatando o que achamos desse show e das bandas que tocaram, com esse evento da Attrito foi do mesmo modo, por isso a resenha taí, pra quem acha que merece.

E se não conehce o "corre corre lambretinha" é porque nunca curtiu um bom show da Timbalada.
Val disse…
curti bastante a resenha, mais ate do que o evento em si!!

Parabens!!!

grande abraço e continuem com o bom trabalho!!
x Toma na Cara x disse…
Opa valeu aê vey!!!!

Forte abraço!
Anônimo disse…
a resenha ta muito boa.Mas so um detalhe, o batera da ASCO, tambem tocou com pouca roupa.
Curto o nome da banda "And Mary Dies"... o som não me agrada muito.. mas o nome é foda... rsrsrs...
Rodrigo disse…
e maria morreu!! sacanagem... hehehe ela so ta na argentina!! um dia ela da as caras!!
x Toma na Cara x disse…
uauhauhahuauhauh se fosse E Morreu Maria Preá eu curtiria bem mais auuhahauhah

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Pessoas Invisíveis e Gigante Animal na Midialouca

Resenha: xDuduxFotos: Danilo VieiraSalvador passa por uma triste fase de escassez de casas de shows, por isso vale a criatividade dos organizadores de shows em buscar possibilidades em fazer a parada virar. Como puderam observar na resenha anterior, elaborada por Rodrigo Gagliano, o show dos Falsos Conejos foi no Bar de Dona Neuza, que fica no Marback bem distante do Rio Vermelho/Pelourinho (locais onde geralmente rolam os shows na cidade). Com a passagem do Gigante Animal (SP) por Salvador não foi diferente e a criatividade de Danilo Vieira é de se tirar o chapéu. O local escolhido foi a Midialouca, uma loja de CDs e livros bem legal. A estética do local por si só já tava valendo, eu particularmente nunca tinha ido a loja e adorei, comprei dois bons cds lá e ainda vi shows de duas bandas excepcionais. Vamos ao show.
Já tinha uma quantidade razoável, para uma quinta feira, no local e a Pessoas Invisíveis- http://www.myspace.com/pessoasinvisiveisrock - mandava os primeiros acordes, ent…