Pular para o conteúdo principal

UM SÓ CAMINHO...TOUR


Pros desavisados que pensam que cena rapper aqui na soteropólis é fraca, se deliciem com mais essa cobertura sabor rimas bem feitas e criativas.

Aconteceu na semana passada a turnê UM SÓ CAMINHO...TOUR 2009 BA, onde deram um rolé por alguns interiores da Bahia as bandas baianas Lumpen, Arterisco e Versu2, juntamente com o MC carioca Marechal, o show que findou essa tour aconteceu na Zauber Multicultura, no dia 09/08/2009, domingo passado para ser mais preciso.

Ao chegar no local vi já uma galerinha e eu sabia que era certeza de casa cheia, várias pessoas envolvidas com o hip hop baiano marcando presença, uma galera do hardcore também, todo mundo se respeitando, num clima bem amigável. Já se ouvia do lado de fora da Zauber os discos riscando, era ele o badalado DJ BANDIDO mando o melhor do hip hop nacional e gringo pra galera ir entrando no clima, adentrei o recinto, bati um rango esperto e estava ansioso para que a primeira banda começasse a tocar, foi quando Diego (157 Nervoso) anunciou a Arterisco.

Senti a banda com os vocais melhor divididos, pude sentir e ouvir Robson Caldas cantando mais do que no show anterior que vi. A ARTERISCO - http://www.myspace.com/coletivoarterisco - foi bem recepcionada pelo público, não poderia ser diferente, os caras tão sabendo chegar e conquistar o espaço, além de terem rimas muito bem elaboradas. A Arterisco, tem um diferencial por ser uma banda de pessoas ligadas ao hardcore, que fazem rap, veio bem a calhar a convocação dos caras para a tour, pois foi uma tour que contou com banda de hardcore, rapper, banda de rap com membro de banda de hardcore antiga (aqui falo de Rangel, que tocou na Sem Acordo), e teve a Arterisco, com os caras da Lumpen e Fernando da Égregora. O ponto alto da apresentação dos caras, foi quando chamaram Freeza (OQuadro) para cantar a música "Minha Arte", música esta que o mesmo participou na gravação. Ficou bem legal, uma pena os shows da Arterisco estarem sendo curtos, esperamos mais faixas nas pistas.

Do rap para o hardcore, agora era a vez de Robson Caldas e Robson "Véio" se juntarem ao seus companheiros da LUMPEN - http://www.myspace.com/xxxlumpenxxx -, e o hardcore tomar de assalto o espaço. A Lumpen estava ali lançando a Mixtape "Quintaessência Profana", uma mixtape contendo vários covers e versões de algumas bandas que tem algo em comum com os caras. Nem pareciam que os caras tinham vindo do sul da Bahia, estava num gás muito bom, executaram além de músicas da Mixtape, algumas faixas do CD "Pelo bem da humanidade diga não a paz", e no final atendendo a pedidos de algumas pessoas que estavam no público mandaram um dos hinos do hardcore baiano "Eu te amo" da banda Sem Acordo (lembram, aquela do Rangel). A mixtape dos caras saiu pelos selos POSITIVOZ, OXENTI RECORDS e ESTOPIM RECORDS, mostrando mais uma vez que a parada não é separar e sim procurar algo em comum para caminhar juntos, em um só caminho...

Entre o intervalo da bandas DJ Bandido continuava apavorando nos toca-discos, e o MC Diego, também fazia as vezes, mandando bem no improviso. Sobe ao palco agora a banda mais versátil do evento VERSU2 - http://www.myspace.com/versu2 - Além das letras muito inteligentes, das bases muito bem produzidas, os caras são carismáticos e fazem sempre da apresentação deles, uma apresentação de todos! Dessa vez quem acompanhou os caras mandando ver nos scratchs foi o DJ GUG, um excelente DJ, que particularmente não conhecia, mas que me chamou a atenção. Além disso colou com a dupla Rangel e Coscarque o produtor REPRESENTATIVO, que produziu a eclética faixa "Que som é esse man?" que já está causando muito barulho por aê, fora isso os caras convidaram ainda Kamaphew, Robson Caldas (Arterisco), MC Sardinha (Manda muito bem no Freestyle), Eleitos do Gueto, teve momentos que pensei que não iria caber tanta gente no palco, mas foda-se!O importante é que os caras além de apresentar um excelente trabalho, tava ali dando oportunidade pra uma rapa apresentar o seu trampo pra galera, e o melhor botando geral pra dançar!!!Um show inesquecível.

E nesse clima bem familiar, eis que sobe ao palco ele o MC mais seqüela, direto do RJ, MARECHAL!!!! - http://www.myspace.com/mcmarechal -Munido com o melhor rango Vegan da cidade, Marechal apertou o gatilho da sua metralhadora de rimas e todos observavam e participavam como podiam, era nego cantando junto, outros apenas se balançando e tinha gente que apenas observava toda malemolência e maestria nas rimas desse rapaz carioca. De chinelo de dedo e na humildade Marechal alternava entre músicas e freestyles, e vez ou outra falando sobre algo que entende ser importante passar pra galera, mensagens nada apelativas que para muitos que ali estavam significa muito. Mandou sons como "Sua mina ouve meu rap", "Lapa" e "Bota a mão pra cima parceiro", que deixou a galera louca. Mais algumas rimas improvisadas, e Marechal fala de como foi essa tour, o que ela significou e tudo mais, dava pra sentir a sinceridade nas palavras, realmente ali vive o "Espírito Independente", falando nisso é claro que ele mandou essa faixa, que por sinal é a letra que mais me identifico dele, e fico muito agradecido por ter rolado. Pra não dizer que o rap do cara é só revolta, rolou a romântica "Ter que ser sangue bom", momento para dar um cheiro e dizer como ama sua parceira, pena que a minha não estava comigo no show, fica pra uma próxima oportunidade. Não posso esquecer de citar a belíssima "Os Verdadeiros" que também rolou nessa apresentação digna de muitos aplausos. Só pra constar, pra quem não sabe o Marechal não tem CD lançado, porém de download em download o som do cara atingi diversos estados do país, exemplo disso é aqui em Salvador onde uma pá de gente curte e admira o som do cara, prova disso foi uma Zauber lotada em domingo, como o MC Diego disse: "Quem faz a Zauber viver, é nois" e naquele domingo foi bem isso mesmo, pois o público também está de parabéns. No Final, uma inversão de postos, DJ Gug vai para o Mic e Marechal pros toca-discos, mais um momento de descontração no show. Mais um show que na verdade foi uma aula, é esse tipo de evento que você entra de um modo, e sai com uma bagagem muito maior. Bom demais, estão de parabéns todas as bandas e os organizadores, foi foda!!!!

NA FOTO: MC MARECHAL

Comentários

Blequimobiu disse…
Vc tá mandando bem demais nestes post doidão!

Um só...
x Toma na Cara x disse…
Valeu a força aê Rangel, é nois!


Um só caminho para os verdadeiros!
DiegØ 157 disse…
Isso é pra quem ainda acrdita e pode apostar que além de acreditar doamos nossa vida por isso irmão!
Eric Magnus disse…
Bem bom o texto irmão.
MArecha e essa tour toda tão de parabens

nozes

ERIC MAGNUS
x Toma na Cara x disse…
Pow valeu a todos pelos elogios sinceros aê. Valeu mesmo!!!
Nelson Maca disse…
Salve salve...
.
Passei no bocada e acessei por aqui.
Valeu a cobertura!
É muito importante uma comunicação antenada aos fatos.
.
Só queria lembrar que aquele neguinho pequenininho e aquela neguinha de voz feia que se apresentaram com as poesias no evento "um só caminho" foram l[a pra somar.
Ele era "eu" - este que fala aqui -e ela a Negra Íris.
Achei incrível a capacidade deste blog deste blog de nos invisibilizar diante de tanta diversidade que rolou lá!
.
Aliás os parceiros e amigos dos comentários também não comentam isso...
rsrsrsrsrsrsrs

Nelson Maca - Backitude.Ba
"O negro invisível"
Blequimobiu disse…
:(... É isto! Blog é uma parada aberta todo mundo pode colaborar, só chegar no comentário e somar, coplementar.

Mais é também uma parada pessoal, o sentimento de quem escreve. Eu tbm as veses me sinto invisível diante tantos mestres, poetas, escritores, e irmãos deste brasilzão, mais tbm me sinto representado, respeito as estratégias de cada um, vou na minha fazendo meu espaço.

Ai, o post rolou no Rapevolusom, no Bocada Forte, e fortaleceu muito, se rolasse no Gramatica da Ira somaria mais ainda, é isto!

Um só caminho... sentimento real!
x Toma na Cara x disse…
Então Maca, eu vi que inha no flyer o lance das poesias, porém no decorrer do show eu não as vi, devia estar lá fora, realmente não sei, e como não as vi não poderia falar sobre. O lance não foi nem invisibilizar seu trampo, porém é como Rangell disse acima, meu intuito é escrever sobre aquilo que vi e senti no evento, e como até comentei na comunidade da ex-foradeorbita, antes mesmo de ver esse post teu, os comentários do blog são abertos, não tem esse esquema de moderação nem nada, quem quiser vey...fica a vontade aê pra comentar sobre o que achou do evento, da resenha, divergir e inclusive trazer novos fatos a resenha feita, assim como vc fez. Ou seja, já não está tão invisivel assim com achou que tivesse.

Abraços!
x Toma na Cara x disse…
Aê Rangell, vi o post no bocada forte, junto com as fotos de Fernandinho, fiquei bem feliz e lisongeado, vou dar uma olhada nos outros blogs que citou.

Um só caminho para os verdadeiros!
Só fui em 1 som da Lumpen e não faz muito o meu gosto... mas tenho q admitir que os caras são diferenciados... Presença de Palco, sintonia com o público e punch... Pelo menos na vez que presenciei o som dos caras...

Tenho curiosidade em ver outras vezes...

Parabéns pela resenha.. realmente muito bem feita...
Nelson Maca disse…
Aí ó,
não comentei para chorar mágoas,
nem para discutir sentimentos de quem escreve, muito menos para reivindicar luz para minha arte?
.
Para divergir, sim!!
.
Escrevi porque quis expressar livremente meu sentimento "verdadeiro" na hora que li essa resenha. E foi de invisibilidade, pois a postagem teve um cuidado com toda a sequência dos fatos: do rango ao palco!
.
E já está justificado - e bem justificado - que a poesia não foi assistida pelo autor. Ponto final!
.
Sim, sei que o blog é aberto para comentários; tanto que comentei. rsrsrs
.
Respeito a autonomia do Tapa, apesar de minha crítica sincera!
.
Aproveito ainda para dizer que o livro "Salvador Negro Rancor" do Mandingo ficou bem produzido, com uma apresentação que superou minhas expectativas. Ponto para os bons contos e para mais esta arte do Arte*risco!
.
Ponto também para o evento que soube dividir o espaço com a literatura oral e escrita.
.
É isso...
.
Com Respeito Divergente!
.
Nelso Maca
Exu nos caminhos que se cruzam!
Nelson Maca disse…
"Respeito a autonomia do Tapa..."
Só para esclarecer, eu quis indiretamente me referir ao "Tomanacarahc". Um trocadilho com o nome do blog que, após ler postado, achei pouco compreensível!

Nelson Maca
Blequimobiu disse…
É isto!

Dia 18 na Zauber estréia a Guetto Star a nova festa da Positivoz e teremos com umas das atrações o EMICIDA e a VERSU2.

Surpresas virão, como sempre...

Um só...
x Toma na Cara x disse…
Dia 18 tamu lá!!!!!!!!Vai ser lindo, não pederei por nada a estréia dessa nova empreitada vey!
Blequimobiu disse…
Vc tem credencial de imprensa, nossa amiga Ana Paula já colocou seu nome na lista.

Grande abs!
x Toma na Cara x disse…
Opa...valeu aê!!!

:)

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Festival Big Bands 2012

Texto: xDudux
Fotos:Quina Cultural, Igor Filgueiras, Mari Martins
No dia 26/10/2012 foi dado o pontapé inicial para mais uma edição do  Festival Big Bands. Na sexta não fui, pois estava torcendo pro glorioso leão e no domingo também não deu pra comparecer já que estava na celebração da décima edição da batalha de rimas Maisum, entretanto não poderia deixar de ir a pelo menos um dia desse tradicional festival e me restou ir no sábado (27/10), onde dentre outras bandas teria a gigante Headhunter D.C., banda local de death metal com prospecção e respeito nacional. Sim por esse show com certeza já teria valido à pena minha ida a Praça Tereza Batista, mas ainda teriam outros atrativos nessa tarde/noite.
A banda de abertura foi a Hessel -http://www.myspace.com/hesselrock - banda instrumental local que seguindo nossa tradição de bandas instrumentais é muito boa! Os caras abusam, sem medo de ser feliz, de efeitos e pedais, dando um resultado final que é uma delícia musical de primeira linha, que …