Pular para o conteúdo principal

Festival Big Bands 2010 - Último dia.‏



Resenha: xDudux


Fotos: Nina Guerra, Promo, Tacila Rehm, Rafaella Moreira, Tiago “Barba”.




Último dia de Festival Big Bands 2010. No domingo eu cheguei um pouco mais cedo e deu para pegar a apresentação da primeira banda. Antes, de lei passar nas banquinhas para mais compras: DVD Duplo da Cissa Guimarães, coletânea Rock Bahia ao vivo e CD triplo de Messias, só coisa fina.



Percebi que a quantidade de pessoas para ver a primeira banda no domingo foi maior que no sábado, porém aquele marasmo do público ainda persistia, mas a Jonas - http://www.myspace.com/conjuntojonas - não tomou conhecimento dessa apatia e mandou ver no seu roque endiabrado, sexy e bem executado. Essa nova formação da Jonas tem dado muito certo, acho que conseguiram manter o nível com a saída de Marcelo Adam e isso significa que o próximo lançamento dos caras no mínimo será tão bom quanto o EP Pacheco. Engraçado foi ver Xuplique (baterista) tocando em uma bateria que o bumbo quase dava dois dele, mas isso não foi impeditivo algum para o mesmo mostrar sua sagacidade na bateria. Os caras além de tocarem músicas de seu único lançamento, executaram canções que ainda não foram lançadas, que estão muito boas. Final do show mandaram na sequência "More Speed, More Life" e mais uma faixa inédita. Senti falta da linda "Beauty' a Shame" que é a música que mais gosto da banda. Pelos aplausos do público, creio que tenha agradado.







Após a Jonas, maquiagens e clima sombrio, a Incrédula - http://www.myspace.com/incredulabanda - se preparava para iniciar seu show. Começaram com alguns problemas técnicos, rapidamente sanados e o show seguiu numa normalidade, quer dizer essa normalidade só era para o público, pois a vocalista parecia bem estressada no palco, inclusive dando diversos "chiliques" durante a apresentação. O som não é dos mais inovadores, new metal, todavia deu para observar os talentos individuais de um dos guitarristas e do baixista, mandaram muito bem. A vocal é bem performática, mas tudo meio artificial e ensaiado, isso não me agrada muito, acho que na hora do show tem que ser real e demonstrar os reais sentimentos do momento. Tocaram um cover que é muito manjado no roque, mas que desde o festival eu tento lembrar qual é mas não consigo, fiquei pensando em ser Alanis Morrissette, mas acho que não é, enfim...estou puto porque não lembrei.











Tudo estava tudo calmo até o início do show da Desalma (PE) -http://www.myspace.com/desalma -. Confesso que no começo achei que a banda era uma merda, que era daquelas bandas que acham que fazer roque pesado é só entupir de distorção a guitarra e ficar gritando que nem maluco, mas estava bem enganado o operador de som que comeu mosca e deixou a bateria muito alta. A partir da terceira música o som estava no quilo, e ai sim realmente começou o show desse powertrio pernambucano que faz um grind/metal de marca maior, sem fuleragem. O som é pesado, coeso e bruto. Não são muito lineares, o que pra mim é uma qualidade pois a linearidade das bandas de grind enjoa, mas tem outro ponto positivo que não é fazer muitas firulas nas músicas. Perfeita é aquela "caixa seca" da bateria, adoro quando a caixa está bem apertada e som sai seco, parece soco em meus ouvidos. A galera, essa deu um show a parte, agitando bastante no show dos caras e mostrando para o Festival que aqui em Salvador quer queira, quer não o som pesado agrada bem mais, ou pelo menos diverte mais. Espero que ano que vem a galera do Big Bands escalem mais bandas pesadas para o festival, apreciadores não irá faltar.















O domingo de festival já valeu a pena pra mim, afinal conheci uma banda nova muito boa, porém eu tinha mais para me lambuzar musicalmente: Tentrio - http://www.myspace.com/tentriorock.Desde que ouvi essa banda no MySpace eu me apaixonei, tipo amor a primeira ouvida, entretanto todas as tentativas de encontro com essa banda haviam sido frustradas, não sei o que acontecia que sempre tinham desencontros, mas esse era o dia de nosso encontro estávamos ali eu e ela frente a frente, clima bom não muito quente e nem muito frio, luz baixa, nem percebia que tinha gente a minha volta, era eu e a Tentrio e a banda não me decepcionou em nada, valeu muito a pena esperar, mesmo com a bateria andando os caras fizeram uma apresentação sensacional. Na hora que tocaram "Cachalote" foi o ápice de nosso encontro, aquelas variação da bateria é demais, o cara passeia pela bateria toda em uma sincronia perfeita. Não preciso nem dizer que comprei o EP dos caras nesse dia, recomendo.



















Penúltima banda a Diablo Motor(PE) - http://www.myspace.com/diablomotor - é aquela banda típica de roquezão que mescla um pouco de coisas clássicas como Rolling Stones e coisas mais novas do tipo Black Drawing Chalks. O público também pareceu ter gostado do show dos caras, apesar de só terem agitado os esqueletos na penúltima música "Sem Moderação", um roque pancado. Eu confesso que esperava bem mais da banda, pela pressão que Gabriel botou ao me falar dela, mas a banda tem uma pegada roque bem boa, só não me agradou tanto.























Ao começar o último show do Festival Big Bands 2010 eu nem de longe imaginaria que seria o melhor show, dos que vi, do Festival, mas é isso a Pastel de Miolos - http://www.myspace.com/pasteldemiolos - fez o melhor show do festival, o que mais agitou a galera, o mais divertido, o mais espontâneo... perfeito! Quem diria hein? Uma banda de punk/hardcore, 15 anos de estrada... RECEBAM!Como diz meu amigo Diogo "Eu acho é tome", sai do show muito feliz, adoro quando o punk/hardcore consegue se destacar, adoro quando o punk/hardcore mostra sua qualidade e adoro poder vir aqui e dizer isso. Desde os primeiros acordes o público pogava na Pedro Arcanjo, melhor começava a chegar mais gente e a pista ficou cheia, como tem que ser. Os caras tocaram músicas de todas as fases da banda, inclusive do novo álbum "Da Escravidão ao Salário Mínimo". As músicas que mais empolgaram o público foram "Pastel de Miolos", "Olho torto", que inclusive foi executada duas vezes por ser muito grande (rsrrs) e "Moicano não faz punk". Uma música que se destacou foi a que dá nome ao novo cd dos caras, tem uma pegada ska adorável e perfeita para dançar. Os covers foram para todos os gostos rockers: Olho Seco, Plebe Rude, The Ramones e The Doors. No show teve espaço para clássicos da banda como "Skate " e "Janela do Caos", que inclusive contou com o momento mais romântico do Festival Big Bands 2010, Diego (Vivendo do Ócio) dançando em cima do palco com uma mulher que estava toda hora subindo no palco para dar stage dives, momentos raros como esse ficam na memória. Mas o apogeu dessa apresentação ficou guardado para o final quando tocaram um dos clássicos do punk baiano "Bosta Rala" da banda punk Bosta Rala, porra até escrevendo aqui fico emocionado, imagine na hora, puta que pariu...perfeito!!!! Melhor que isso foi ver a galera toda subindo no palco, cantando, pogando... esse tipo de coisa dá um animo da porra. Pastel de Miolos representou demais e mostrou que apesar das tendências, um show de punk ainda é o melhor, mais agitado e mais divertido a se freqüentar. E melhor, sem tretas!

Comentários

Anônimo disse…
Realmente os "Vein" arrebentaram!! longa vida aos "Pasteis..."
Eduardo disse…
Loga vida aos anônimos também. pfff

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”. 
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Pessoas Invisíveis e Gigante Animal na Midialouca

Resenha: xDuduxFotos: Danilo VieiraSalvador passa por uma triste fase de escassez de casas de shows, por isso vale a criatividade dos organizadores de shows em buscar possibilidades em fazer a parada virar. Como puderam observar na resenha anterior, elaborada por Rodrigo Gagliano, o show dos Falsos Conejos foi no Bar de Dona Neuza, que fica no Marback bem distante do Rio Vermelho/Pelourinho (locais onde geralmente rolam os shows na cidade). Com a passagem do Gigante Animal (SP) por Salvador não foi diferente e a criatividade de Danilo Vieira é de se tirar o chapéu. O local escolhido foi a Midialouca, uma loja de CDs e livros bem legal. A estética do local por si só já tava valendo, eu particularmente nunca tinha ido a loja e adorei, comprei dois bons cds lá e ainda vi shows de duas bandas excepcionais. Vamos ao show.
Já tinha uma quantidade razoável, para uma quinta feira, no local e a Pessoas Invisíveis- http://www.myspace.com/pessoasinvisiveisrock - mandava os primeiros acordes, ent…