Pular para o conteúdo principal

ESTOPIM apresenta: VELHO DE CÂNCER


O show já tem um tempinho que ocorreu, mas por problemas de vagabundagem nossa estou escrevendo apenas agora. Pelo menos servirá para re-lembrar um pouco a despedida de Marcelo (Jonas) e outros momentos ocorridos no Estopim Apresenta.

O evento estava marcado para 18 horas, era um domingo e devido ao horário tinha que começar pontualmente, afinal segunda feira muitos acordam cedo para seus compromissos, porém não foi o que ocorreu e dessa vez a culpa não foi da organização. O ambiente estava todo preparado, som montado...tudo certinho, só faltavam duas coisas: Banda e público. Isso mesmo, não havia no local do show nenhuma banda completa e o público presente era ridículo, é o velho ciclo as bandas não começam a tocar porque não tem público e o público não chega cedo porque está habituado a só chegar quando as bandas começam a tocar, cultura filhadaputa essa nossa.

Quando não mais dava para esperar, e agora com algumas bandas já completas a primeira banda começa, era a MAPACHE MAN - http://myspace.com/mapacheman - A banda é nova, mas o integrantes nem tanto assim, figurinhas já conhecidas e batidas do underground nordestino se reuniram para formar esse powertrio bem simples e agradável de se ouvir, ainda com poucas músicas a banda tem um show rápido, que me deixou na vontade de pelo menos mais umas 4 canções próprias. Executaram covers do Misfits e Fugazi.

Logo após o show da Mapache Man, Rodrigo sai do baixo e vai direto pra bateria, era sua outra banda agora que se apresentaria, CHARLIE CHAPLIN - http://myspace.com/charliechaplingoveia - a banda continua fazendo o mesmo show das apresentações anteriores, o show foi bem frio, talvez eu tenha achado isso porque estava com febre hehehehee, alguns poucos presentes ensaiavam passos desconsertados, porém não vingou. Sou da opinião que já passou da hora dos caras gravarem essas músicas "novas" e lançarem, e claro, já está na hora também de apresentarem músicas novas ao público. A diferença deste show, pros anteriores foi que a banda voltou a tocar o cover da banda japonesa Minority Blues Band, excelente banda por sinal.

Em clima de despedida a JONAS - http://myspace.com/conjuntojonas - fez um show bem saboroso, como sempre. Tocando músicas do EP "Pacheco", e diversas outras canções a banda conseguiu agregar um maior número de pessoas na sua apresentação, um público cativo que acompanha a banda desde o começo, e esse é um ponto positivo dessa banda pois além de um público de amigos e conhecidos, ao tempo vem angariando mais apreciadores do roque estilo Jonas, aquele maroto e malemolente. O show também era a despedida de Marcelo Adam (Guitarra/Vocal), que foi morar no Rio de Janeiro e agora é baixista da Zander, a banda aproveitou a oportunidade para anunciar o novo integrante dessa confraria: Fabiano Passos (Mapache Man/Mais Treta), passa a tocar baixo na Jonas e Michael irá tocar guitarra. Ficamos na espera de uma apresentação com essa nova formação.

Finalizando o evento, os sulistas da VELHO DE CANCER - http://myspace.com/velhodecancer - sobem ao palco do Irish Pub para mandar seu punkrock sem distorção e recheados de sing alongs. No começo do show eu já vi que o baixista num era minino, o cara mandou de leve as notinhas de "O Caminho do Bem", música do Tim Maia da fase Racional, pena que não rolou cover, quer dizer eu pelo menos não vi. Quando a banda começou a tocar, o que via nos rostos das pessoas ali presentes era uma satisfação imensa, muitos cantando junto com a banda e o Vocalista/Guitarra tinha uma presença de palco foda!Geralmente quando o cara toca guitarra e canta ao mesmo tempo, fica engessado...paradão, este não...este descia do palco ia cantar face a face com a galera, chamava o público para participar. Passou 3 a 4 músicas eu tive que ir embora, caso contrário não teria como retornar para casa.

Comentários

Rodrigo disse…
porra niuma, faltou foi a galera da bagunça q caotizam os show de charlie bird! so tinha uma parte... faltou a outra pra juntar as duas partes do anel e somar las fuerzas de la voluntad!!! gravação falta dinheiro, mas esse semestre sai!!

eh indeeeaaa!!

"o caminho do bem" (8)
Eduardo disse…
É, pode ter sido também.

Na espera do Cd e não da gravação heheheheheheheh

"O caminho do bem é um só caminho"
boragulir disse…
a banda é ruim meu filho.. quem diverte é o pessoal.. só funciona assim! hehehe... mas, teve um show no irish (o que no outro dia rolou marback) que achei bala e tava vazio hehe
xEduardox disse…
Vicente: Seu cu, essa banda foi uma das poucas coisas boas que surgiram aqui em SSA nesses últimos tempos.

É pow, às vezes rola de um show vazio ser foda...isso é bem relativo.

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”. 
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Pessoas Invisíveis e Gigante Animal na Midialouca

Resenha: xDuduxFotos: Danilo VieiraSalvador passa por uma triste fase de escassez de casas de shows, por isso vale a criatividade dos organizadores de shows em buscar possibilidades em fazer a parada virar. Como puderam observar na resenha anterior, elaborada por Rodrigo Gagliano, o show dos Falsos Conejos foi no Bar de Dona Neuza, que fica no Marback bem distante do Rio Vermelho/Pelourinho (locais onde geralmente rolam os shows na cidade). Com a passagem do Gigante Animal (SP) por Salvador não foi diferente e a criatividade de Danilo Vieira é de se tirar o chapéu. O local escolhido foi a Midialouca, uma loja de CDs e livros bem legal. A estética do local por si só já tava valendo, eu particularmente nunca tinha ido a loja e adorei, comprei dois bons cds lá e ainda vi shows de duas bandas excepcionais. Vamos ao show.
Já tinha uma quantidade razoável, para uma quinta feira, no local e a Pessoas Invisíveis- http://www.myspace.com/pessoasinvisiveisrock - mandava os primeiros acordes, ent…