Pular para o conteúdo principal

Cobertura: Subsolo



Resenha: xDudux


Revisão: Fernando Gomes


Fotos: Ju Americano




Estava com saudades de ir numa Batalha de MC's, e nada melhor do que ir em uma underground e real como a SUBSOLO. Confesso que pensei que ia ser bem vazio, pois já tinha começado a primeira batalha e ainda o espaço estava com um público escasso, porém aos poucos as pessoas foram se aglutinando de modo que no final da primeira etapa já tinha uma boa quantidade de pessoas prestigiando as disputas. Sou sincero a dizer que esperava bem mais dos rimadores. Caspa confirmou seu favoritismo indo para final com GG, que naquela noite foi realmente o segundo melhor rimador, digo isso porque Caspa o venceu na final e levou pela terceira vez o título. O que gostei em GG foi o timbre grave da voz, sinistrão demais e de Caspa a sua malemolência com as palavras, o cara sabe jogar.







Mas a Subsolo não é apenas Batalha de MC's, e naquela noite com certeza a batalha era um dos aperitivos, ao decorrer do texto irão ver o porquê. A primeira apresentação da noite foi a do rapper Lucas Kintê - http://www.myspace.com/lukaskinte - que no iniciou não empolgou muito e passou assim até mais ou menos o meio do show, quando parece que cara conseguiu acordar a galera. Do meio pro fim do show foi só alegria, ao som de rimas com um toque de baianidade incrível nas gírias utilizadas, nas rimas do cara você encontra dialetos que usamos no dia a dia aqui na capital (quem tem o hábito de falar gírias) e isso em minha opinião faz um contato sensacional Rapper X Público, pois você vê parte de você ali no palco. Destaque ainda no show do cara foi a participação dos MC's da Verbo Intenso, que acompanharam o Kintê o show todo e de lambuja mandaram um som próprio, que me agradou bastante e me deixou na vontade de ver um show dos caras.











O segundo show ficou por conta do MC Dimak - http://www.myspace.com/dimak071 - esse tem um vasto currículo no rep, que não vejo o porquê listar aqui, basta dizer que esse trampo dele solo vai causar muito barulho no rep nacional! Deu pra sacar das músicas tocadas no show que o cara não está de brincadeira, é aquela história "Tá pensando que Dimak desistiu da rima?", a resposta vem versos depois "Porque no Subsolo eu treinava minha levada", não precisa falar mais nada! Esses são versos da música "Mantendo o flow", parceria de Dimak com MC Fall, que inclusive fez participação nesse show, juntamente com Daganja, que mais uma vez tomou de assalto a parada e escaldou tudo. Dentre as músicas executadas pelo MC me chamou atenção, além de "Mantendo o flow", a "Estilo Suburbano" e a música que está disponível no My Space do cara: "Brilho & Facilidade", que inclusive foi a primeira música do show.















Por fim ele, o anfitrião da noite, que estava lançando seu primeiro CD, Literatura Interior... MC Spock - http://www.myspace.com/mcspok -. Posso dizer sem sombra de dúvidas que a tempos eu não via uns caras tão empolgados no palco. Sim, uns caras! Porque Spock veio com uma rapa para esse show, e olha a linha de frente do cara: Caspa, Menduin (157 Nervoso), DJ Índio e Baga, sendo este último seu parceiro no SCP. Spock passou emoção desde o início do show, e quando a base entrou... fudeu! Os caras pareciam que iam pôr tudo abaixo, e aquilo foi contagiando o público e sem muita demora, algo que tinha eras que não via em um show de rep... BATE CABEÇA! Caralho, fazia muito tempo que não via isso... empolgação da porra, e Spock parece bem decidido não apenas nas rimas, mas no que fala entre uma música e outra, gostei de ouvir ele falar sobre a qualidade dos mcs e grupos aqui do Nordeste, assino em baixo. Nordeste na fita! Além desse time que Spock levou para o palco, rolou uma participação de Afro Jhow na música "Digno de Cerimônia", uma parceria dos dois que nessa apresentação teve uma roupagem nova dada por Dj Índio, pesado demais!!!!









Fim de show, garanti meu CD de Spock, excelente por sinal e ainda de quebra comprei o cd do Comando Baixa Fria, que além de ser bom pra caralho tem uma capa linda. No caminho de volta Baga me deu algumas notícias saborosas: Seu CD em breve tá nas ruas e Nouve logo menos larga o seu também! Esse ano ainda tem muita coisa boa pra rolar.

Comentários

Val disse…
Cara, isso que é ser camaleonico, conheço Marcelo, ex-cachorrão, atual Dimak desde sei la,, 25 anos atras... quando colecionavamos quadrinhos... o cara ja foi thrash metal, depois hard core, krishna, e agora mexe com RAP e Hip Hop... fora grafiti....
Eduardo disse…
Rapaz, Dimak foi um dos primeiros sXe de SSA, um dos primeiros a ter banda de hardcore, um dos primeiros do rep kkkkkkkk Até no OQuadro que é de Ilhéus o sacana já tocou, pire aê se não é uma lenda viva kkkkkkkkkkk

Não só graffiti, e tattoo também e te digo que manda muito bem, a minha tattoo foi ele que fez e já tou me preparando pra segunda, com ele mesmo.

Mundo pequeno da porra!!!
Val disse…
primeiro em ter banda de HC? engano seu.. ele montou a No Deal em meados dos anos 90 e ja tinha muitas bandas de Hc por aqui...e ele ja tentou tocar Metal comigo no final dos anos 80.. ele na bateria e eu no baixo, uma banda de Gring, mas os dois eram duas negaçoes mas peloi menos a gente tinha os quadrinhos pra nos alegrarmos e criarmos...
Eduardo disse…
Não, acabei me expressando mal. 1 dos primeiros que teve banda de hardcore e se envolveu no rep.

Tinham os quadrinhos e o bom senso, coisa que falta a muita banda atual.
Val disse…
sem problemas, chefe, conversando que a gente se entende!! ^^

umdia ainda quero que ele volte a fazer algum quadrinho, a maioria do que ele fez sumiu, ou ta comigo!!

mas o estilo dele veio se modificando mas mesmo assim quero ainda fazer ele fazer algo!!!
Eduardo disse…
hahuauhauhauhuha sumermo!!!

Vocês poderiam fazer uma revista juntos hein? Compraria fácil!!!!

Rapaz, você já viu os grafittis dele? Ele faz muitos personagens, então acho que não mudou muito.
Val disse…
c ara, faz tempos que seguimos caminhos diferentes.. ultima vez q saiu algo com nos dois foi um dos fanzines que eu ou ele editavamos nos anos 90... ai ele foio pra o grafite e eu fiquei nos quadrinhos e ilustraçoes... ai quando ele se mudou daqui, do bairro que eu ainda moro, so o vejo pelos msns e facebooks e orkuts da vida.. mas crescemos juntos e sempre acompanho o trabalho dele... ele ta no estudio de jair ainda nao eh? Dologa? ja os grafitis sempre vejo na net ou na rua, mas tbm tenho um cd aqui com trampos dele,,, a vida nos separou mas ainda nos falamos, pq praticamente crescemos junto, lendo quadrinhjos, ouvindo musica e vendo filmes..
Eduardo disse…
Caralhoooooooo...tempão msm!!!Isso ele tá lá em Dologa sim.

Difuder isso aê!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Cobertura dos melhores momentos do Palco do Rock 2009

Por: Rodrigo Gagliano.


Nesta edição colaborou conosco o Rodrigo Gagliano, membro de várias bandas que foram/são importante para o cenário underground soteropolitano, dentre elas a Charlie Chaplin. O Rodrigo, acompanhou todos os dias do festival PALCO DO ROCK, e teceu suas considerações. DIVIRTAM-SE!

Dia 21/02/09 – Sábado

Primeiro dia. Não curti nenhuma banda. Não é só em relação a estilo, às vezes é algo que não gosto, mas posso ver algo interessante e tal. No máximo na banda grande, mas tinha muito pula-pula, muita braulêra! Na verdade não lembro da banda de Thrash Metal 80´s. Teve ainda, a Pastel de Miolos que tem algumas coisas que gosto, principalmente de coisas mais antigas, como costuma ser comigo.

Dia 22/02/09 – Domingo

Segundo dia. Fui com Íris e Antonio (amigos pessoais do Rodrigo) que queriam ver a primeira banda, Endiometriose. Banda de Feira de Santana, composta por meninas. Tocaram muitos covers em relação a quantidade de músicas próprias.Ponto negativo, pois ficou parecendo q…

Oasis Day 2012 - Salvador

Texto: Ciro Sarno Já há alguns anos vem sendo realizado, no Brasil, o Oasis Day. Em algumas cidades, eventos com programação especial são feitos em homenagem ao grupo, contando com bandas covers e/ou discotecagem, levando os fãs a relembrarem os hits que marcaram épocas.
Na edição deste ano, que ocorreu dia 15 de setembro, Salvador participou pela primeira vez. O evento foi realizado no Groove Bar, melhor casa de rock da cidade, e o anfitrião da noite foi o sempre fantástico Oasis Cover. A apresentação contou com a abertura da banda Blur Cover, fazendo uma combinação inusitada de covers entre os rivais britânicos. Foi uma noite de puro rock, com o melhor que o Oasis tem a oferecer neste aspecto. Com um setlist bem escolhido por Ted Simões, líder e vocalista do grupo anfitrião, o show foi conduzido de maneira dinâmica e com surpresas dignas do que a noite merecia. “Rock’n Roll Star”. 
A apresentação começou com a música que traduz bem o que é o Oasis, o que significa ser fã da banda e prepar…

Cobertura: Pessoas Invisíveis e Gigante Animal na Midialouca

Resenha: xDuduxFotos: Danilo VieiraSalvador passa por uma triste fase de escassez de casas de shows, por isso vale a criatividade dos organizadores de shows em buscar possibilidades em fazer a parada virar. Como puderam observar na resenha anterior, elaborada por Rodrigo Gagliano, o show dos Falsos Conejos foi no Bar de Dona Neuza, que fica no Marback bem distante do Rio Vermelho/Pelourinho (locais onde geralmente rolam os shows na cidade). Com a passagem do Gigante Animal (SP) por Salvador não foi diferente e a criatividade de Danilo Vieira é de se tirar o chapéu. O local escolhido foi a Midialouca, uma loja de CDs e livros bem legal. A estética do local por si só já tava valendo, eu particularmente nunca tinha ido a loja e adorei, comprei dois bons cds lá e ainda vi shows de duas bandas excepcionais. Vamos ao show.
Já tinha uma quantidade razoável, para uma quinta feira, no local e a Pessoas Invisíveis- http://www.myspace.com/pessoasinvisiveisrock - mandava os primeiros acordes, ent…